A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/09/2014 16:30

Vereador diz que reeleição de presidente da Câmara fere a democracia

Helio de Freitas, de Dourados
O vereador de Dourados Maurício Lemes (Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores)O vereador de Dourados Maurício Lemes (Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores)

O vereador Maurício Lemes Soares (PSB) criticou a possibilidade de mudança do Regimento Interno da Câmara de Dourados para permitir a reeleição do presidente do Legislativo. Lemes considerou a medida como um atentado à democracia e disse que se a mudança for feita só vai piorar ainda mais o desgaste da imagem do poder público.

Nesta segunda-feira o Campo Grande News apurou que a ideia já está bem amadurecida e o presidente da Câmara Idenor Machado (DEM) confirmou que a proposta deve chegar ao plenário nos próximos dias, para discussão entre os vereadores.

Idenor Machado afirmou não ter a intenção de lançar seu nome como candidato caso a mudança seja aprovada, mas também não descartou concorrer “se a maioria dos vereadores entender que eu deva continuar na presidência”.

“Tudo ainda está no campo das especulações e temos de esperar essa proposta ser oficializada para poder comentar, mas adianto que sou extremamente contra a reeleição de presidente da Câmara. Todo cargo vitalício fere o princípio democrático. Defendo a alternância até para que o poder público, no caso a Câmara de Vereadores de Dourados, tenha mais credibilidade”, afirmou Maurício Lemes ao Campo Grande News.

O socialista disse que assim como todos os demais vereadores tem aspirações de um dia assumir a presidência do Legislativo. “Claro que eu sonho em um dia ocupar a presidência e acho que a Câmara tem 18 vereadores com capacidade para isso”, afirmou. Dourados tem 19 vereadores, incluindo o atual presidente, Idenor Machado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions