A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

26/04/2012 19:10

Vereador que trocou de partido pode deixar Câmara em Ponta Porã

Wendell Reis

A Câmara Municipal de Ponta Porã está passando por momentos difíceis nos últimos dias. Hoje (26), foi iniciada uma comissão para o pedido de cassação, por quebra de decoro, interposto pelo vereador Bruno Alberto, presidente do PMDB em Ponta Porã, requerendo o mandato do vereador Joanir Subtil Viana, também do PMDB, condenado pela justiça por tráfico de drogas.

A comissão tem 90 dias para analisar o caso. Nos próximos dias, o vereador Adãozinho Dauzacker pode deixar a Câmara Municipal. O presidente da Câmara de Ponta Porã, Dario Honorio (PSDB), informa que recebeu do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) uma notificação dizendo que tem que dar posse a Herman Vargas, do PSB, em 10 dias. Este prazo vence no dia 4 de maio.

O vereador Adãozinho Dauzacker é acusado de trocar o PSB pelo PT. O Tribunal Regional Eleitoral votou pela cassação do vereador, solicitando a convocação do suplente. Adãozinho é integrante da comissão que julgará se Joanir é inocente ou não. Caso ele saia, a Câmara deve realizar um novo sorteio. A Lei da Fidelidade Partidária proíbe a troca de partidos por entender que o cargo não pertence ao candidato eleito, mas sim ao partido ao qual ele é filiado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions