ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 28º

Política

Vereadores aprovam 8º corredor gastronômico na Capital

Com novo projeto, município ganha mais um corredor no papel, porque apenas 1 tem verba garantida

Jhefferson Gamarra | 09/08/2022 13:28
Membros da mesa diretora durante votação dos projetos (Foto: Divulgação/CMCG)
Membros da mesa diretora durante votação dos projetos (Foto: Divulgação/CMCG)

A Câmara Municipal de Campo Grande aprovou em sessão ordinária nesta terça-feira (9), em primeira votação, o projeto de lei nº 10.322/21 para a criação de um novo corredor gastronômico, turístico e cultural na Capital, desta vez no Bairro Tiradentes. A matéria é de autoria dos vereadores Clodoilson Pires (Podemos), Alírio Villasanti (União Brasil) e Riverton Souza (PSD).

O corredor será na Avenida Marques de Pombal. “O Bairro Tiradentes é o sétimo mais populoso da Capital. Uma região que existe muitos condomínios de luxo, temos ali um local de comércio onde as pessoas frequentam constantemente. E hoje muitos comerciantes no setor de alimentação tem se colocado ali. Então nada mais justo do que a gente transformar a Marques de Pombal em m corredor gastronômico”, justificou o vereador Clodoilson Pires, um dos autores do projeto.

Em abril, os vereadores aprovaram a criação de outro corredor, na Rua Olímpio Klafke, na Mata do Jacinto. O projeto foi apresentado pelos vereadores Otávio Trad e Ademar Vieira Júnior, ambos do PSD. Em março, também deste ano, foi aprovado o projeto do vereador Epaminondas Neto (Solidariedade), para a criação de outro corredor, este no Jardim Itamaracá, na Rua Padre Mussa Tuma.

Proposta prestigia comércio na Avenida Marques de Pombal, no Tiradentes; (Foto: Arquivo)
Proposta prestigia comércio na Avenida Marques de Pombal, no Tiradentes; (Foto: Arquivo)

Em setembro de 2021, entrou em vigor a lei que criou o Corredor Gastronômico das Moreninhas, na Rua Barreiras. Além destes, já foram aprovados na Câmara Municipal a instalação de corredores gastronômicos na Avenida Gualter Barbosa, no bairro Nova Lima; na Rua José Antônio, Centro; na Rua da Divisão, no bairro Jardim Parati e na Avenida Bom Pastor, no Vilas Boas.

De todos os projetos aprovados, a prefeitura informou estão garantidos recursos apenas para a revitalização da Avenida Bom Pastor. Em fevereiro deste ano, foi publicado no Diário Oficial da União o edital de abertura de licitação para contratar empresa que vai elaborar os projetos executivos. A subsecretária de Gestão e Projetos Estratégicos, Catiana Sabadin, explicou que esses projetos são apenas complementares.

“O município fez o projeto arquitetônico, mas ainda não é obra, que ainda vamos licitar. Esses projetos complementares incluem drenagem, embutimento de rede. Vai ser muito parecido com a 14 [de Julho]. Lá [na Bom Pastor] vamos deixar os transformadores nas esquinas, porque não tem rede de alta tensão. Acreditamos que a obra comece em 2023”, destacou a subsecretária.  O projeto da obra gira em torno de R$ 24 milhões.

Ordem do dia - Além da proposta do corredor gastronômico, foram aprovados na sessão de hoje outras três matérias, todas de iniciativa do legislativo municipal. Em segunda discussão, os vereadores aprovaram o Projeto de Lei 10.286/21, do vereador Valdir Gomes (PSD), que cria o programa Vaga Zero na Rede Pública de Ensino.

Também foi aprovado o Projeto de Lei 10.530/21, que institui no calendário oficial de eventos a Semana Municipal de Prevenção a Acidentes de Trânsito com Motociclistas, que será realizada no Dia Nacional do Motociclista, 27 de julho. A proposta é do vereador João Rocha (Progressistas).

Em primeira discussão, foi aprovado o projeto de Lei 10.364/21, de autoria do vereador Ronilço Guerreiro (Podemos),  determinando que que as escolas públicas da Rede Municipal, priorize a aquisição e adoção de, no mínimo 2 livros de autores sul-mato-grossense na sua matriz curricular.

Nos siga no Google Notícias