A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

14/10/2014 21:58

Vereadores criticam falta de análise no corte de comissionados da prefeitura

Eduardo Penedo e Kleber Clajus

Os vereadores de Campo Grande criticaram a falta de análise ao efetuar os cortes dos 228 comissionados da prefeitura de Campo Grande. As críticas ocorreram na sessão, desta terça-feira (14), na Câmara Municipal da Capital.

Segundo o presidente da Casa de Leis, vereador Mario Cesar (PMDB), a redução é necessária e mesmo com os cortes dá pra postergar alguns casos.“Faltou análise técnica no corte dos comissionados. Se tem que fazer cortes é preciso ter parâmetro”, comentou o peemedebista.

A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) explica ser necessário demitir 700 comissionados para que as finanças possam ser equilibradas. “A máquina não precisa de tanto cargo de direção e assessoramento”, argumenta.

Para o vereador Carlão (PSB), o prefeito Gilmar Olarte (PP) deveria ter avaliado anteriormente e deixado alguns comissionados nas áreas estratégicas para evitar idas e vindas no Diário Oficial.

Na edição desta terça-feira (14), foi publicada a exoneração de mais 107 servidores de cargos comissionados lotados na Segov (Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais). Com estes, já são 228 os exonerados pelo progressista.

Olarte havia antecipado que tinha a intenção de demitir pelo menos 200 comissionados, e que o faria “com dor no coração”. A medida, segundo o prefeito, serve para equilibrar as contas do município.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions