A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Abril de 2019

14/04/2019 14:46

Vereadores do PSB querem aval para definir alianças para 2020

Intenção do grupo é que tenha autorização para montar chapa e definir apoio a prefeito

Leonardo Rocha
Vereador Carlos Borges (PSB) durante sessão na Câmara Municipal (Foto: Divulgação/CMCG)Vereador Carlos Borges (PSB) durante sessão na Câmara Municipal (Foto: Divulgação/CMCG)

Os três vereadores do PSB em Campo Grande – Carlos Borges, Junior Longo e Francisco Gonçalves - querem “carta branca” da direção estadual e nacional, para definirem os candidatos e alianças para eleição de 2020. A intenção é montar uma chapa de vereadores e apoiar a reeleição do prefeito Marquinhos Trad (PSD).

“Na eleição estadual, quem definiu as coligações e apoio foi o diretório regional, agora queremos autonomia também para tomarmos nossas decisões, escolher o caminho melhor para nós”, disse o vereador Carlos Borges (PSB), que nesta manhã foi até a sede do PSDB, onde ocorreu a eleição municipal dos tucanos.

Borges disse que a intenção é que nesta “chapa pura” de vereadores, a intenção é ao menos manter a bancada de três vereadores, além de apoiar Marquinhos na eleição municipal. “Para continuar com esta base precisamos de 30 a 40 mil votos, então temos que nos organizar, também entendemos que o prefeito deve continuar”.

Eles também esperam uma definição da direção nacional, para saber se o comando regional vai continuar com o ex-deputado federal, Elizeu Dionízio (PSB). “Nosso diretório é provisório, por isso precisamos saber se o Elizeu vai continuar no comando, até para começar este planejamento para o ano que vem”.

A partir do ano que vem não vai ter mais as alianças proporcionais, onde os partidos se juntam para formar legenda, e eleger seus representantes. Agora cada sigla terá que seguir sozinhas para formar seus votos, em busca das vagas no legislativo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions