A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

04/03/2013 18:20

Vereadores mal ocupam o cargo e já compram horários de rádio e TV

Zemil Rocha
Para ficar em evidência, Coringa já comprou hora na rádio e Chocolate negocia (Fotos: Arquivo)Para ficar em evidência, Coringa já comprou hora na rádio e Chocolate negocia (Fotos: Arquivo)

Eleitos no ar

A popularidade que a rádio e a televisão propicia e os dividendos políticos dela resultantes estão cada vez mais atraindo políticos de Mato Grosso do Sul. Pelo menos mais dois vereadores da Capital já compraram tempo de emissoras de rádio de Campo Grande, Alceu Bueno (PSL) e Ademar Vieira Júnior, mais conhecido como “Coringa”, ambos na Rádio Difusora Pantanal. Mais um vereador, Waldecy Batista Nunes, o “Chocolate”, está negociando compra de espaço radiofônico com emissoras da Capital.

O vereador Alceu Bueno (PSL), que é missionário da Igreja Mundial do Poder de Deus, comprou o horário das 8 às 10 horas, na Difusora Pantanal, para apresentar o programa “De bem com a vida”, com variedades e música no estilo gospel. O programa estreou no sábado, mas sem a participação de Alceu que teve que viajar para São Paulo, a fim de participara de uma reunião com o aposto da igreja, Waldomiro Santiago.

Antecedendo Bueno na rádio Difusora Pantanal, Coringa também apresenta programa no sábado, das 7 às 8 horas. É o “Programa da gente”, que também entrou no ar pela primeira vez no último final de semana. Na programação tem musica sertaneja, ações de utilidade pública, sobretudo referente a bairros da Capital, e esclarecimentos de dúvidas jurídicas por advogado. Coringa, no futuro, quer fazer sorteios de ingressos e sacolões. O programa é ancorado por Francis Eduardo, o “Magrão”, assessor do vereador, que só entra com a segunda voz.

Também já tinha programa de rádio antes mesmo de ser eleito vereador, Eliseu Dionízio (PSL). Como integrante da igreja Assembleia de Deus, Eliseu tinha programa na Rádio Transmérica e depois trocou pela Cultura AM.

Apesar de ainda estar em negociação com donos de rádio, interrompidas em razão de ter se submetido a uma cirurgia na semana passada, o vereador Chocolate já tem clareza sobre o tipo que programa que pretende levar ao ar. “Programa de humor, com música regional, utilidade pública e talvez ações de solidariedade”, explicou ele.

Dos vereadores que estão estreando nos meios de comunicação, Chocolate, filiado ao mesmo partido político do prefeito Alcides Bernal, o PP, é o único que já tem experiência na área, tendo sido radialista na FM Moreninha e integrante da equipe do programa televisivo “Picarelli com você”, onde fazia “Chocolate, o Jarbas”, personagem que lhe garantiu a eleição como vereador. “Tenho 12 anos de experiência. Tenho ate DRT como jornalista, anotado na Carteira de Trabalho”, informou.

Também integrante do partido de Bernal, o PP, Derly dos Reis de Oliveira, o Cazuza, atua profissionalmente há vários anos como locutor e comentarista de rádio e televisão. Cazuza apresenta o programa “Sertanejo Universitário”, aos sábados, das 20 horas à meia-noite, na rádio FM Cidade.

A vereadora licenciada Thais Helena também apresenta programa de rádio. Mesmo ocupando atualmente cargo no Executivo da Capital, já que é secretária de Assistência Social, ela apresenta um programa aos sábados, 12 às 14 horas, na rádio Difusora Pantanal.

Na televisão, há vários anos o vereador Paulo Siufi (PMDB) apresenta o programa “Saúde da Família” na TV Campo Grande. Ele sucedeu o também médico Nelsinho Trad, que deixou o programa após ser eleito prefeito de Campo Grande.

A criação de programa de rádio ou televisão, contudo, nem sempre garante a vitória eleitoral. Exemplo disso é o ex-vereador Clemêncio Ribeiro (PMDB) que teve um programa de rádio na Transamérica, mas não conseguiu a reeleição para a Câmara.

Bernal e Picarelli - O atual prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, também sempre investiu na comunicação radiofônica, dela tirando a popularidade que lhe assegurou mandatos que exerceu na Câmara da Capital e na Assembleia Legislativa. Estar em evidência na rádio também foi essencial na sua eleição para a prefeitura.
A mais longa união de carreira radiofônica-televisiva ligada à política e mais bem sucedida no Estado, porém, é a do deputado estadual Maurício Picarelli. Ele cumpre mandato no Parlamento Estadual desde 1987 e está em sua sétima legislatura. Antes da política, a rádio e a televisão lhe trouxeram a fama.

Picarelli apresentou por 25 anos o programa "O Povo na TV", veiculado na TV Campo Grande, afiliada do SBT no Mato Grosso do Sul e também o programa "O Povo se Defende", na Rádio Cultura. A partir de fevereiro de 2007, o parlamentar passou a apresentar o programa “Picarelli com Você”, exibido diariamente na TV Guanandi, afiliada da Band. Desde janeiro de 2010, ele comanda “Picarelli com Você” na TVMS, afiliada da Record.

Apesar de antes de ser político ter atuação exclusiva na área jurídica, já que é advogado, o deputado estadual Marquinhos Trad também atua hoje em televisão e rádio. De segunda a sexta, ele apresenta programa na Difusora Pantanal, das 8 às 9 horas. Também apresenta programa na TV Guanandi.

 



Vocês estão é com inveja deles, eles é que estão certos, quem mandou vocês mesmos, votarem neles, agora aquentam. Agora ficam ai reclamando. Invejosos.
 
Marcos Melo em 05/03/2013 15:08:14
isso tinha qie acabar o vereador deputados e outros como alguns funcionarios publics tinha que dedicar exclusivamente para o cargo que foi indicado porque nao fazem nada na casas de leis vivem em programas veja como picarelli e outros
 
claudinei braz em 05/03/2013 10:15:48
Porque estes vereadores primeiro não aprendem o que é uma indicação um projeto de lei ou será que o o juridico deles tem esta obrigação pq são muito bem pagos para isso o tre poderia criar um método e antes de assumirem seus devídos mandatos serem sabatinados para ver realmente o que estarão fazendo se representam realmente o povo ou a si próprio, pensem nisso meus queridos.
 
MARCO AURELIO GUIMARES em 05/03/2013 09:52:10
Ainda bem que na televisão tem o botão do controle remoto de mudar o canal e no rádio o de sintonia. É só mudar e não dar audiência é só isso. A TV está cheia de lixo e o rádio também = solução? Tem sim tv paga e cartão com música para vc ouvir aquilo que vc deseja.
 
Carlos Marques em 05/03/2013 09:24:24
Mas como este povo reclama, nunca esta bom, sempre tem alguma coisa para falar mal dos outros, se vocês estivessem lá, iam ficar parados? Deixe o povo ser feliz.
 
Marcos Melo em 05/03/2013 09:07:26
Se esses politicos tivessem mais o que fazer não teriam tempo de ficar fazendo programas de Radio e Televisão!!!!
 
Mauro Jose em 05/03/2013 08:18:26
è o eleitor ainda sem opção com qualidade de voto é obrigado a digirir, estes oportunistas
que não somam nada em nossa cultura, com um péssimo portugues, sem visual, etc.etc.
Viva o grande circo, sem os nossos queridos palhaços verdadeiros, vao nos empurrando guela abaixo isso ai que vocês acabam de publicar.
 
silvio silverio em 05/03/2013 07:59:39
Essa palhaçada tem que ser proibida!
 
Daniel Contos em 05/03/2013 07:53:15
Estão fazendo o que o povãoãoão gosta uai...espetáculos, shows, palavrórios e mais palavrórios ..... trabalhar mesmo que é bom.....capaiz....prá que ????
 
arnaldo saracho em 05/03/2013 06:51:05
O vereador Chiquinho Telles também é locutor, tem nas rádios FM MORENINHAS E NOVA FM, ambas comunitárias na região sul.
 
Gilberto Almeida em 04/03/2013 23:45:24
Pois é , agora e tarde para reclamar na hora de votar e sempre a mesma coisa,eles se preocupam sempre consigo mesmo e o povo que votou somente pagara a conta e deverá correr atr
az do proprio direito...
 
Adir Jorge Diniz em 04/03/2013 23:21:27
Mas não dizem que horário de tv é tão caro? onde esse pessoal arruma dinheiro? com o salário vereador? o mesmo que eles reclamam que é baixo para todo o assistencialismo que eles fazem?
 
Rafael Santos em 04/03/2013 23:04:24
Enquanto eles se preocupam as "pautas" dos programas, os bairros são esquecidos. Esse tipo de atividade paralela deveria ser proibido para quem ocupa cargos eletivos. Afinal, foram colocados lá para defender as causas do povo que os elegeram.
 
julian medina em 04/03/2013 21:50:55
A cada dia fico com mais nojo destes politicos oportunistas. Eles precisam e legislar, trabalhar com propostas claras para o povo.

Pior ainda são estes vereadores que usam a igreja e ainda ficam na radio.

Nojo!
 
Fabio Mendes em 04/03/2013 21:44:57
E A TV ASSEMBLEIA O QUE ACHAM,???????????????????????????????????????
 
ADRIELLE PEREIRA em 04/03/2013 21:08:53
Vai sobrar tempo para ouvirmos música popular brasileira ?
 
Alberto Gaspar em 04/03/2013 21:06:34
QUEM EXERCE CARGO PUBLICO JA MAIS DEVERIA TRABALHAR COM MEIOS DE COMUNICASÃO PIORO DEPUTADO,VEREADOR E OUTROS

E MAIS, QUE HOARA QUE ESSE POVO TRABALHA, NO SEVIÇO PUBLICO POIS VIVEM NA TV RADIO
 
DOUGLAS SILVA em 04/03/2013 20:57:20
Com tantos vereadores com programas VOLTADOS PARA OS INTERESSES DO POVO (TADINHO)... tomara que eles FALEM DA PRECARIEDADE DO TRANSPORTE COLETIVO DEPOIS QUE SURGIU O TAL CONSÓRCIO GUAICURUS a cosa ficou pior.. Vereadores sumiram os ônibus da cidade,, veja que todos os ônibus -TODOS MESMO - só circulam LOTADOS! os terminais estão podres... façam alguma coisa pela população! Tomem uma iniciativa.. enquadrem esse pessoal do transporte coletivo e cobre deles uma solução para esse eterno problema do transporte coletivo da Capital. Vocês com tanto espaço no rádio e na tv, faça,m alguma coisa pelo poco. largam de ser populista, ficar ai dando torta de aniversário.. dentaduras... óculos... batizado.... parem com isso! Façam algo que valha realmente o voto dado pela população. Chega de circo.
 
Gilson Giordano em 04/03/2013 20:55:08
CONTINUANDO...... não sei se o valor era real mesmo ou se foi pra eu desistir.. na verdade não sei... bem e nos dias atuais, portanto hoje, baseado naqueles preços de 2005, o arrendamento do espaço na TV R$ 5 mil e mais uma produtora R$ 7 mil (não sei se os profissionais contratados são por conta da produtora ou do nobre edil), totalizam R$ 12 mil e se um vereador ganha (não sei se é liquido) R$ 15 mil, hummm 15 menos 12= R$ 3 mil. Na verdade não SOBRA NADA PRA ELES NÉ.. Pôxa!!! olha ai.. será que não tem BANANA COMENDO MACACO? Pessoal me ajude ai.. será que eu to certo? mas eu acho que tem algo errado né? Ou será que foi a TV que não queria que eu pobre coitado tivesse ou tentasse ter um programa voltado para o esporte da capital.. ah deve ter sido isso.. é isso mesmo... rrsr rsrsr
 
Gilson Giordano em 04/03/2013 20:48:13
Mesmo sendo da área (infelizmente), mas longe do rádio em função dessas mazelas.. eu me pergunto mas ninguém responde: Um vereador segundo a imprensa, recebem mensalmente R$ 15 mil por mês isso eu acho que é bruto.. bem aí vem os descontos.. coisa e tal.... qual será o valor de um arrendamento no horário de uma rádio e de uma televisão juro que eu que PENSO que sou da área, não sei. Em 2005 eu "bestamente" fui tentar arrendar meia hora na TV Guanandi - em 2005 viu portanto há oito anos - e na ocasião me pediram por 30 minutos aos sábados - na época R$ 5 mil.. - até ai teoricamente tudo bem... mas depois eu vi que tinha que pagar ainda a produtora, também na época, mais R$ 7 mil, totalizando em 2055 R$ 12 mil. Agora eu não sei se o valor pedido foi de "migué" para eu desistir.
 
Gilson Giordano em 04/03/2013 20:41:55
E quem perde tempo fazendo um nível superior, fica desempregado!! Eeeee Brasil, o destino é o buraco mesmo!!!
 
Paulo Régis em 04/03/2013 20:03:38
Estes são os vereadores qual uma parte da população votaram para representar o povo. Não é preciso analizar muito o que eles tem de prioridade.
 
Aires Junior em 04/03/2013 19:28:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions