A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/05/2014 17:32

Vereadores pedem “prazo” e suplementação será votada na terça-feira

Kleber Clajus

Os vereadores de Campo Grande estenderam prazo de votação, para terça-feira (3), da suplementação de R$ 73 milhões solicitada pelo Executivo. Além de reprogramar recurso em secretarias como saúde e educação, o recurso se destina ao pagamento de vale-refeição concedido aos servidores municipais.

Grazielle Machado (PR), que é responsável pela relatoria da proposta, disse que a ampliação do prazo tem por objetivo garantir “parecer com segurança”, uma vez que trata-se de processo de anulação de receita.

“É um projeto que demanda de informação técnica sobre o que está sendo anulado e para quem vai. Temos que ter esses detalhes. Agir com mesmo rigor que tivemos com o ex-prefeito, Alcides Bernal, bem como conforme nossa fiscalização e ritos que preveem a lei”, ressaltou a republicana.

Em relação ao pagamento do vale-refeição, também previsto na proposta, a vereadora esclarece que este não será afetado. “Vai ser pago o valor conforme o prefeito honrou”, reforçou.

Com o pedido atual, a Prefeitura amplia para R$ 383 milhões o montante de suplementação. O primeiro deles foi de R$ 311 milhões.

Para o secretário Municipal de Planejamento, Finanças e Controle, André Scaff, o mecanismo é utilizado para “arrumar o orçamento”. 

“Não existe dinheiro novo, mas readequação do recurso dentro das secretarias”, comentou Scaff.

Fim do prazo – Relatora também da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), Grazielle ressaltou o prazo para que emendas sejam apresentadas a peça orçamentária encerra às 17h, de sexta-feira (30).

O mesmo período é aplicado a indicação de instituições com projetos a serem executados com recurso do FMIS (Fundo Municipal de Investimentos Sociais), repassado via convênio com a Prefeitura de Campo Grande.

Cada um dos 29 vereadores tem direito a indicar repasse de R$ 50 mil para saúde e outros R$ 50 mil para assistência social. Os dados da instituição serão analisados pela Seplanfic (Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças e Controle), a quem deverão prestar contas sobre a aplicação do dinheiro.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions