A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

21/12/2010 17:21

Deputado divulga vídeo polêmico

Paulo Fernandes

Vídeo poderá fazer parte de kit anti-homofobia criticado por Paulo Siufi

No vídeo, garoto assume identidade feminina (Foto: Reprodução)No vídeo, garoto assume identidade feminina (Foto: Reprodução)

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) divulgou na internet o vídeo “Encontrando Bianca”, feito para o kit anti-homofobia do MEC (Ministério da Educação), para ser distribuído em escolas do ensino médio de todo o País.

O kit educativo gerou polêmica na Câmara Municipal de Campo Grande. O presidente da Casa, Paulo Siufi (PMDB), acusou o vídeo de incentivar a homossexualidade.

Ele, que é pediatra, fez um discurso na semana passada, dizendo que crianças seriam “colocadas no furacão da sexualidade”.

Na ocasião, Siufi afirmou que o vídeo “Encontrando Bianca” contava a história de um garoto de 14 anos, chamado Ricardo, “que vai ao banheiro fazer pipi e olha para o lado, vê o coleguinha dele que está fazendo também, se apaixona por este colega e decide assumir sua homossexualidade”.

Só que a história não é bem essa. “Encontrando Bianca” fala sobre um garoto que assume uma identidade feminina e sofre preconceito dos colegas. No curta, “Bianca” fala que gostaria de usar o banheiro feminino, por se sentir uma mulher. “Sou diferente da maioria, mas pensando bem, todo mundo é diferente de todo mundo”, diz a personagem-narradora.

De acordo com o MEC, o kit terá mais dois vídeos e um guia de orientação aos professores e será enviado a 6.000 escolas de ensino médio, no ano que vem. A proposta é combater a homofobia nos colégios do País.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


Meu deus, se isso é um motivo de escândalo, imagine o que não é... O vídeo não tem NADA de absurdo e aquelas pessoas que ficam escandalizadas ao assisti-lo ficam dessa maneira TÃO SOMENTE pelo fato de a vida inteira terem sido "poupadas" da presença de pessoas como a personagem Bianca, que existem aos milhões. Vocês estão no mesmo déficit das crianças e TAMBÉM estão precisando ENCONTRAR BIANCA..
AFF

http://soymanjerona.wordpress.com/
 
Paullo Azeviche em 26/05/2011 10:13:20
Querem que sa pessoas não tenham mais opinião.
Falar simplesmente que uma pessoa e homossexual, esta virando preconceito, se ele é qual o problema, ou o proprio homossexual tem vergolha, e não gosta de ouvir.
Todos devem ter o direito de ter opinião e manifesta-la sem a interferencia do estado ou midia comprada. Quando as pessoas não tiverem o direito de opinar, porque seram multadas, pressas é porque tem alguma coisa errada. Vamos lutar para formar crianças com opinião como direitos de ir a puplico manifesta-la ou teremos uma geração sem ideal,
sem ego, onde dinheiro de corrupção é esperteza, compra de voto com bolsas é benefico,
viver sem opnião é viver corretamente, e não ser um vegetal. Parabens Paulo pela corragem de manifestar opinião sem importar com votos, esta deveria ser a postura de todo parlamentar.
 
ricardo castro em 23/12/2010 12:26:49
minguem é obrigado a aceitar o que não acha correto, fazer isto é falta de democracia.
Porque você quer assumir uma postura, não lhe dá o direito de obrigar as pessoas a aceitarem. parabens Paulo Siuf
 
roberto costa em 23/12/2010 12:10:32
Prezado senhor Ricardo castro, veja bem, direito de espressar opinião todas as pessoas tem este direito, o que as pessoas não tem o direito é de falar mentiras, serem falsas e canalhas, veja bem ,como que um vereador sem noção e sem o minimo de seriedade e com pouquissima instrução ou conheceimento de um determinado fato sai dizendo barbarie a respeito de um assundo que é extremamente importante discutir em sala de aula? Como ele pode dizer que o vidéo mostra cenas que induz a homossexaulidade? O que ele primeiramente devia fazer era analizar os fatos, os videos e inclusive os materia produzindo para depois fazer uma critica construtiva e inclusive propor mudança se fosse o caso, mas querer a ferro e fogo esconder que a homossexualidade existe, querer a todo custo fazer a sociedade se revoltar sobre um assunto que poucos dominam devido as gamas de preconceitos e discriminações que pairam na sociedade é uma falta de carater miuto grande, cara o que o MEC que fazer é colocar para alunos do ensino médio adolescentes jovens e adultos que a homossexualidade existe e que não há como esconder e que somos pessoas cidadãs como todas as demais outras pessoas, que tambem pagamos impostos e que tambem temos direito a educação sem que precisamos ser excluidos ou vitimas de agressões e piadinhas ridicularizantes. È humilhante as pessoas qurerem que sejamos objeto de seus falso valore morais, de suas hipocrisias e falcidade democratica, por favor não confundam liberdade de expressar opinião com discriminação, democracia com hipocrisia, crença com nazismo e muito menos a palavra de Deus com atitudes diabolicas querendo determir padrões heterosexistas sem se preocupar com os demais cidadões brasileiros que são negros, indios, deficientes, ciganos, judeus e tantas outras raças crença e religião... Por isto que diferente de Cabo Almir e Thais Helena eu dou graças a Deus por ter um país laico e democrático, pois se não fosse eu preferia que então nossa religião fosse muçumana ai eu queria ver o que seria dos evangelicos e catolicos conservadores, bando de incoerentes vão estudar se informar nates de querer serem vereadores e parem de tanta estupidez...
 
Cris Stefanny em 23/12/2010 09:53:20
QUANDO FALAM EM HOMOSSEXUAIS, DIZEM QUE SÃO OS RELIGIOSOS QUE SÃO CONTRA, NÃO ACEITAM, E POR AÍ VAI... POIS BEM, PERGUNTO: QUANDO OS HOMOSSEXUAIS SÃO AGREDIDOS, É POR ALGUM RELIGIOSO???? NÃO, GERALMENTE É POR GRUPOS DE RAPAZES DA ALTA SOCIEDADE, ESTUDADOS, COM ACESSO À INFORMAÇÃO, AOS DIREITOS E DEVERES, ETC E TAL. ANTES DE ATACAREM OS RELIGIOSOS, ANALISEM ISSO. AS PESSOAS ACABAM SENDO PRECONCEITUOSAS COM ESSA GRANDE PARCELA DA SOCIEDADE, NO CASO OS RELIGIOSOS, EM DETRIMENTO DE UMA MINORIA. DIGO ISSO PORQUÊ SOU POLICIAL E TENHO ACESSO À ESTE TIPO DE INFORMAÇÃO, E TAMBÉM PORQUÊ SOU EVANGÉLICO, E GARANTO QUE NÃO SAÍMOS PELAS RUAS AGREDINDO NINGUÉM, PELO CONTRÁRIO, SOMOS OS QUE MAIS PROCURAMOS ENTENDER E AJUDAR, CASO NECESSÁRIO, À ESTAS PESSOAS. DEUS OS ABENÇOE.
 
SÉRGIO MACIEL em 22/12/2010 11:42:46
É de conhecimento público que grande parte da sociedade tem grandes dificuldades em respeitar a CONDIÇÃO sexual do cidadão e/ou cidadã neste país. Vejo tal questão primeiramente como um assunto que deve ser discutido no meio familiar, mas com certeza a escola tem um papel fundamental por ter a capacidade de trabalhar o assunto em grupo e acredito que cada educador saberá o caminho mais coerente para tratar de tal questão com seus alunos.Quanto ao Sr. Paulo Siufi, entendo que talvez por ñ conhecer certas regiões de CG, desconheça que nossa cidade tem graves problemas sociais que merecem muito mais atenção que este assunto. Assim lhe apresento a Região do bairro Noroeste, próximo ao lixão onde famílias se amontoam e sobrevivem de restos de lixo. Posso lhe garantir que irá se surpreender com tal quadro e aparecerá muito mais na MIDIA....
 
Maria onara em 22/12/2010 11:38:39
não vejo nada demais no vídeo, tenho dúvidas quanto ao início quando o personagem diz a respeito de futebol. acho que busca em um preconceito um não preconceito e sugere que aquele ja era tipo um "defeito", inclusive, o pé dele chutava esquisito e mesmo assim
gostava de futebol, mas não podia jogar bola daquele jeito e aí sugere que seria por causa das pessoas que ficavam rindo por este dado a mais. em sua personalidade.
E as pessoas do sexo masculino que falam em um timbre de voz mais fino? e as do sexo feminino que falam mais grosso?
Seria este um defeito "fatal" para uma possivel sexulaidade hetero?
 
sonia bacha sb em 22/12/2010 11:28:20
O primeiro equívoco aqui é falarem não querer que nossas criancinhas vejam esse vídeo... "pera" lá, ele será exibido no ensino médio, onde as "criancinhas" em questão deixaram de brincar de casinha e carrinho há muito, muito tempo, e por essa ignorância muitas vezes vinda dos pais, a falta de coragem de dialogar, ou falta até mesmo do que saber falar, estão por aí engravidando cedo, usando drogas só pra começar. Não acho que homossexualidade seja normal, pois o homem e a mulher são a mais perfeita criação de DEus, no entanto são pessoas como quaisquer outras e não cabe a nós julgá-los e assim como é repugnante alguém que o povo escolheu pra representá-los não ver a importância de se discutir sim esse assunto, pois felizmente não vivemos uma ditadura, é triste ouvir os religiosos que abominam e gritam isso em alto e bom som, por se considerarem superiores perante Deus, quando o princípio básico que DEus deixou foi amais uns aos outros como a si mesmos, mas qto mais vivo, mais percebo que quanto mais fanáticos menos essas pessoas realmente fazem o bem, só sabem discutir q sua religião é melhor que outra. E sim, sou religiosa, e muito, mas meu compromisso é entre Deus e mim e tento fazer isso da melhor forma, sem ficar me preocupando com a religião alheia, e as escolhas que uma pessoa faz, como eu já disse já passou da hora d entendermos que não somos nós que vamos julgar, se vc não é capaz de explicar com coerência para seu filho o que é homossexualidade, mais uma razão para ser discutido nas escolas, longe da ignorância de mtos pais, longe da ignorância religiosa de muitos.
 
Simone Malheiros em 22/12/2010 11:25:14
Parabéns ao vereador! Basta colocar-nos dos dois lados e percebemos que o vereador também foi corajoso, da mesma forma que os defensores do Homessexualismo defendem a questão, o vereador Paulo Siufi tem o direito de expôr sua opinião (Não que ele seja dono da verdade), ficar "em cima do muro" é muito fácil, mas defender uma tese e lutar por ela, defender uma luta, isso sim é difícil.
Me desculpem os homessexuais, mas realmente não é uma coisa de Deus (esta na biblia), porém o MEC foi muito infeliz de usar um vídeo desses para servir de material didático.
Em tempo: Todos nós temos nossos direitos de escolher o que queremos, mas agora usar a escola e induzir alunos adolescentes a optar pela homessualidade, aí francamante, Sr. Ministro!!
 
JAIME MEL em 22/12/2010 11:19:35
Olhando os comentários acima podemos notar que as pessoas não sabem de nada e julgam uns as outros sem ao menos olhar ao redor! Eu acredito que essas pessoas "HOMOFÓBICAS que falam em nome de Deus ou da Religião não devem ter o conhecimento e nem instrução pra dizer o que dizem! Antes de escrever comentários Ignorantes para que todos possam ler, e nos revoltar com uma minoria de ignorantes estudem, busquem o conhecimento. Não diga que a sua opinião é a verdade! Não critique, não julgue aquilo que não tem o mínimo de conhecimento. Não sou Homossexual, mas acredito que as pessoas são livres para viver como quiser, da forma que quiser, se é " errado" ou não não somos nós quem ira julgar! Vamos ser realistas. Achei uma grande coragem e uma grande iniciativa deste Deputado abordar esse assunto, essa é a nossa realidade SIM e temos que falar disso nas escolas. Parabéns Deputado!
 
Raquel Oliveira em 22/12/2010 10:58:08
Creio que toda essa discussão perdeu o foco,pq a grande questão e os vídeos e o impacto que isso causara na cabeça de nossas crianças.
Tenho vários amigos homossexuais não tenho problemas com ninguém por causa da sua orientação sexual. Mais tenho um filho de 5 anos e penso que q obrigação de dar educação e minha, e orientar a não violência e o não preconceito e obrigação dos pais.
Isso acontece pq os pais acham que e dever do estado dar educação aos seus filhos.
E dever do estado dar orientação acadêmica.
Temos que colocar o que é dever do estado e dos pais , não roubar , não matar, não discriminar, ser um bom cidadão e agir de boa fé e educação moral e deve vir de berço.
Agora tudo deve ser uma questão de bom senso, 14 anos apesar dos dias de hj estarem muito pra frente e esse e um dos problemas pq nossas crianças estão perdendo a inocência muito mais sedo e mesmo complicado fazer esse tipo de apelo.
A grande orientação deve ser voltada aos pais que esses sim tem preconceitos morais, raciais e religiosos .
Nãos gostaria de que meu filho fosse homossexual mais não posso prever o futuro o que posso fazer e educalo. mais não posso incentivar de forma nenhuma o preconceito e a intolerância.
Temos que lembrar que preconceito e intolerância alem de ser imoral e crime, o que realmente não quero e vem meu filho preso.
 
jorge correa em 22/12/2010 10:57:36
Só lamento, sexualidade não é matéria escolar! Sou totalmente contra! Isso é para ser tratado em casa e não na escola. E outra, quando Jesus voltar que tenha piedade dessas pessoas que acham que é certo gostar de alguém do mesmo sexo. Não tenho preconceito, jamais agiria de má fé com alguém que fez sua escolha. Mas enfim, cada um por si!
 
CARLA FERNANDA FERREIRA em 22/12/2010 10:10:42
Como advogado e formador de opinião não poderia ficar distante desse assunto, e entendo que é um tema grandioso e de livre manifestação para ser discutido principalmente nos lares e escolas de todo o país. Devemos nos posicionar sempre contra todo e qualquer ato que gere violência física e lesão moral a qualquer ser humano, pelo contrário, começando em casa, com os pais, filhos, vizinhos, colegas e toda a sociedade, penso que a harmonia, o amor, a compreensão, a paz, a alegria devam ser colacionados em nosso dia a dia. Posturas políticas que visem "apenas" o voto do cidadão merece todo o nosso repúdio, demagogia e hipocrisia são virtudes de pessoas que pensam somente em sí e não vêem o "ser humano" que vive ao seu lado e ao seu redor. Penso que perante o amor supremo, incondicional, oniciente e onipresente de Deus somos todos seres humanos e devemos ser tratados com respeito, amor, misericórdia e principalmente com dignidade para conquistarmos e realizarmos a nossa missão aqui no mundo em que vivemos.
 
Alfio Leão em 22/12/2010 10:02:27
Isso é uma vergonha, mostra um video deste pra uma criança que num entende de nada ainda, vai que ela gosta,que vergonha para familia, sou da idéia que diz na Bíblia que Deus fez o HOMEM e a MULHER nada mais que isso!
 
Antonio Carlos em 22/12/2010 09:47:27
Uma coisa é certa: Ninguem é obrigado a aceitar, mas com certeza é obrigado a respeitar todas as pessoas, independente de sua opção sexual. ABAIXO A HOMOFOBIA!!
 
Waneide Ferreira em 22/12/2010 09:42:10
Não votei nele. Nem votaria.
 
Cristina Marques em 22/12/2010 09:41:05
Tenho vergonha alheia dos vereadores retrógrados de nossa cidade.
 
José Almeida em 22/12/2010 09:38:36
Quanta dificuldade ..... de pensar uma cidade que respeite as liberdades.Estado laico,Democracia.Republica- SAO ESPAÇOS DE GARANTIA DE DIREITOS E NAO PROCLAMAÇAO DE DOGMAS...negros.mulheres,indios.homossexuais,ciganos,pessoas vivendo com hiv,obesos,sem-terra,,,todos sao brasileiros e pagam impostos.Portanto,cabe a quem administra,a quem legisla, conhecer tua cidade e as pessoas que a tornam bela.
 
Vagner Campos Silva em 22/12/2010 09:28:04
Reunir as famílias e queimar este livro em praça pública. E aqui tem uma bicharada se manifestando ah ah. Parabéns Paulo Siufi !!!!!!!
 
Angelo Fantini em 22/12/2010 08:45:28
Não se trata de preconceito,pois tenho amizades com Homossexuais e gosto muito de dialogar com eles,pq são pessoas sinceras.A polemica é com relação à forma em que será abordado o assunto,existe mil maneiras de se falar em homossexualidade sem atacar diretamente a sexualidade.Isso esta na cabeça não no orgão sexual da pessoa.
 
LEILA SOARES em 22/12/2010 08:26:24
Caro Sergio Maciel é claro que não é por todos os homossexuais, porem eles reproduzem o que vcs evangelicos falam estão nos batendo porque somos filhos do diabo e não temos direitos algum que não somo spessoas e quem não somo snormais , posto isto sendo anormal não somos pesosas de direito, não somos gente muito menos cidadãos então pode -se matar, agredir, espancar e por aee vai!!!! Pense bem Jeus não condenava acolhia, e o mandamento é amei-vos uns aos outros e não amaldiçoais vos uns aos outros... Alias Jesus nunc afalou em sexualidade, mas da alvareza, mesquinheza e falta de misericordia... Ainda mais, bem aventurado so que sofrem persseguição, assim primeiro foram os negros, os intelectuais, as mulheres, os deficientes, judeus, nordestinos e agora claro o bode espiatorio das igrejas e dos jurassicos são os LGBT´s - Lesbicas, Gays, Bisexuais e Travestis.
 
cris stefanny em 22/12/2010 08:15:24
A indignação de nossos vereadores é muito adequada. Campo Grande é uma cidade perfeita, sem problemas de infra-estrutura de nenhuma espécie. Temos o melhor transporte público do mundo! Mais barato e eficiente do que carros. Também é de Campo Grande o sistema de saúde pública municipal mais avançado do planeta também! Vem gente até dos países dito desenvolvidos viver aqui, pois é a melhor qualidade de vida segundo organismos internacionais. Enfim, Campo Grande é a Suíça brasileira, graças ao trabalho incessante de nossos vereadores, eleitos pelo povo e que agem somente e tão somente em favor do povo. Pensam tanto no bem do povo (esse da Suíça brasileira) que até aumentaram o valor do IPTU em 16%, tudo por que não ainda não aumentaram os próprios salários em 60% e como temos padrão europeu, podemos pagar impostos de padrão europeu. Obrigado, distintos vereadores, por querer sempre o bem de nós. Que bom que a cidade é perfeita e o melhor a fazer agora, é discutir sexualidade, moral, bons costumes e questões subjetivas...

(se alguém não entendeu, é uma ironia, ok?) Senhores vereadores: justifiquem seus altos salários e façam algo que de fato, faça melhorar a vida da população, em lugar de ficar se colocando no lugar de autoridade moral do que quer que seja. A inquisição terminou faz um bom tempo, se ninguém os avisou... Os senhores aí de picuinha e falso moralismo e a cidade ao Deus-dará... é pra isso que os eleitores desperdiçam votos? Parabéns...
 
Daniel Francelino da Silva em 22/12/2010 07:22:44
No Brasil o homossexual, é mal visto por causa da religião. Si pegamos o representante do Cristianismo, ele so tem homem do lado dele como apostolo. Sera que não é uma mensagem homossexual? O nome da especie humana é HOMOSAPIEN e não HETEROSAPIEN. Temos que ser coerentes, o homossexual tem que viver em Paz.
 
Gilberto DIAS em 22/12/2010 06:38:20
E complemento. Esses que dizer que estão enfiando a homossexualidade guela a baixo da sociedade pensem antes no quanto sexualizada é a programação da televisão brasileira hoje, com mulheres tratadas como objetos e músicas que - essas sim - incentivam o ato sexual propriamente dito.

Mostrar um homossexual, ou casais homossexuais demonstrando afeto em público não é incentivo a nada, é apenas o exercício da liberdade, coisa que vocês heterossexuais preconceituosos já fazem diariamente sem sofrer nenhum tipo de recriminação ou descriminação.

Ninguém é obrigado a viver se escondendo. Se for proibido se beijar e andar de mãos dadas na rua que seja proibido a todos então. É fácil negar aos outros direitos são garantidos a você, não é?

Direceitos civis todos, afinal todos são civis, não só quem é hetero, branco e cristão.
 
Murilo Delmondes em 22/12/2010 06:34:32
Não que um comentário meu numa notícia de Internet faça alguma diferença, mas gente, por favor.

"Não acho certo as crianças no Brasil crescerem com a ideia de que existir homosexuais seja normal".

Santa hipocrisia dessas pessoas que querem dizer o que é e o que não é normal. Dessas pessoas que dizem que os homossexuais estão destruindo a instituição da família. Acordem! A existência de homossexuais é um fato, sempre foi. O que acontece é que agora mais pessoas tem a coragem de assumir aquilo que elas realmente são. Não é escolha, não existe opção sexual - a não ser que seja na hora de escolher o parceiro(a), não o sexo dele(a), ou o tipo de relação - existe orientação sexual, algo inato a cada um de nós.

Em muitas civilizações antigas o sexo entre pessoas do mesmo gênero era tido como algo banal. Hoje na maioria das sociedades não é, mas isso está mudando. Não adianta resistir. Eu acredito que a humanidade esteja evoluindo e querer que todos sigam os mesmo preceitos, os mesmos dogmas e estilos de vida é algo que beira o nazismo. Não existe a liberdade religiosa? Bem, em teoria existe, afinal há muito preconceito nessa área também. A questão é que cada um tem sua sexualidade e deve ter o direito de viver com quem quiser. Não gosta de homossexualidade? Continue sendo heterossexual e pronto.

O que o MEC quer é mostrar algo que existe e ensinar crianças (muitas delas que podem ser homossexuais, porque sim, acredito, todo gay já foi criança) a respeitar as diferenças.

É absurdo que exista tanto preconceito num país construído sobre as diferenças étinicas e culturais e religiosas de vários povos. Nós, de todos, deveríamos ser os mais tolerantes.
 
Murilo Delmondes em 22/12/2010 06:30:17
QUEREM SABER O QUE PENSA A SOCIEDADE A RESPEITO DO HOMOSEXUALISMO, FAÇAM UMA ENQUETE A CASAIS QUE ESTEJAM PRESTES A TER UM FILHO, PERGUNTANDO SE ELES QUEREM TER UM FILHO HOMOSEXUAL.
 
VALTER OLIVEIRA em 22/12/2010 06:25:32
Sou contra qualquer tipo de preconceito, principalmente no que afete a pessoa humana, porem, não acho que videos como esse, possa trazer algo de positivo para os homosexuais, acho até que pode despertar um preconceito maior ainda. Não sou contra o vereador Paulo Siufi, porque não vi no discurso dele preconceito contra os homosexuais e sim contra o ato. Homosexualismo não é doença, não é opção, porque ninguem quer ser motivo de chacota ou perseguidos como tem acontecido no Brasil, mas não sou a favor e nem apoiaria tal ato. Se fosse uma coisa normal Deus teria criado um homem, uma mulher e uma "bibinha". Para não ir mais longe, faça a uma enquete e pergunte a pais que estejam prestes a ter um filho, se eles queriam ter um filho homosexual. a resposta poderá ser o que pensa a sociedade a respeito do homosexualismo.
 
VALTER ANTUNES DE OLIVEIRA em 22/12/2010 06:22:47
A sociedade brasileira já não é a mesma de antigamente. Isso é o que os religiosos retrógrados e os conservadores de plantão precisam entender. Vivemos no século XXI: agora, as pessoas sabem impor seus direitos, fazer valer seu direito de serem felizes. Chega de hipocrisia e falsidade. Nas reentrâncias fétidas da sociedade brasileira tem muita podridão espiritual, gente que alimente ódio pelo outro, sem saber aceitar as diferenças, a natureza como ela é. Falam em deus e na bíblia sem olhar e enxergar o mundo como ele. Prova disso é o vigor com que as pessoas se põem a discutir o assunto. O mundo já não é como era, mas ainda tem gente que não percebeu. Ainda não. Mas certamente vão perceber em breve.
 
Edgar Sales em 22/12/2010 06:14:33
Gente que isso!!!!
Não estamos debatendo religião, não temos que ficar agredindo uns aos outros aqui nem em lugar algum.
As pessoas precisam aprender a respeitar cada um com as suas diferenças. A Homossexualidade existe e ponto, o assunto precisa ser debatido na escola sim. A iniciativa do MEC vem atender uma demanda cada vez maior nas escolas. É necessarios que os jovens tenham opnião a respeito do assunto e saibam descidir por si só. Isso não incentiva ninguem a ser homosexual, se fosse assim o meu, o seu e os nossos filhos seriam todos bandidos por assistirem a TV. Temos que ter principios de Direitos Humanos na escola e isso não vem de casa. Quando um pai vê um travesti na rua diz para seu filho " filho, é maricona, é bichinha" e ainda dá risada disso. Precisamos aprender para poder educar nossos filhos. Aprender Direitos Humanos. Religião é uma coisa respeitavel, porem Direitos Humanos são garantidos. Pensem Nisso!
 
Daniela Fialho em 22/12/2010 05:55:42
Muito bonito esses neonazistas travestidos de religiosos, usando o nome de Deus para pregar o ódio, a discriminação e o preconceito. Dizem que um vereador MENTIROSO teve "coragem" é o fim. Coragem para que? Para MENTIR sobre algo que ele tem um enorme preconceito?

O que aconteceu com o "não julgueis"? e o "livre arbítrio"? Ah sim, no Partido Nazista isso não existe para judeus, ciganos e homossexuais.
 
Mamoru Chiba em 22/12/2010 05:41:08
Eu acho incrível esses comentários ridículos desses falsos moralistas,que na calada da noite coloca pra fora a sua lascívia proibida pela sociedade,buscando travestis e garotos de programa para satisfazer seus desejos mais obscuros e pecaminosos,cometendo os mesmos atos que criticam acidamente.
Apelar para a Biblia ou para a religiosidade é uma faca de dois gumes,vista que pastores,padres e agregados,são os maiores praticantes de pedofilia,e quase sempre com homosexualismo.
Oras gente,vamos cair na real: O HOMOSEXUALISMO EXISTE,E HOMOSEXUAIS SÃO PESSOAS NORMAIS,APENAS GOSTAM DO MESMO SEXO,QUAL É O PROBLEMA NISSO???
QUANTO A CRIANÇAS VEREM E TOMAREM CONHECIMENTO QUE ISSO É REALIDADE,NÃO TEM NADA DE MAIS,ASSIM COMO ELAS VEÊM O RIO DE JANEIRO EM GUERRA,É TUDO REALIDADE.

PAULO BENITES
 
PAULO BENITES em 22/12/2010 05:12:21
É lamentável ver um vereador ter uma postura tão preconceituosa. Alem de desinformado a respeito do projeto o nobre vereador confunde por varias vezes política com sua religião, se esquecendo que todos, inclusive homossexuais votam neste estado e paga imposto. Lamento ver que uma pessoa que se diz evangélica fazer apologia ao preconceito, sendo que deveria dar exemplo como administrador publico e não usar a câmara de vereadores como púlpito.
 
Thiago Wasley em 22/12/2010 05:01:04
Sexualidade tem que ser falada na escola sim... pois hoje em dia os pais só sabem fazer filho e jogar para o mundo... aí aprende errado e poe a culpa na sociedade.

Em se tratando de Deus! Quem é quem para julgar alguém???... como diz a colega Carla: "Quando Jesus voltar tenha piedade"... e tenha piedade dela também Senhor pois ela nem se quer ama o teu próximo como a tí mesmo!

Em se tratando de polítcos, eles não tem o que fazer fica procurando assunto para aparecer na mídia... já não basta o aumento de cento e poucos por cento??
 
Alex Medeiros em 22/12/2010 04:27:31
Não vi nada de absurdo no vídeo. Sou professor e penso que esse seria um excelente material para debater o assunto em sala. O programa é para o Ensino Médio... As pessoas acima ficam falando em crianças... a maioria dos meus alunos do Ensino Médio... a maioria mesmo tem vida sexual ativa. E alguns ficam nessa hipocrisia, por favor, vamos debater o assunto e não incentivar. Homossexualismo não é opção sexual é condição sexual, e como tal deve ser respeitada. A escola como centro de debates e formação de opiniões não pode se furtar a esse assunto. Temos sim que trabalhar contra qualquer tipo de preconceito, seja ele contra negros, índios, pobres, homossexuais, gordos... Eu vivo em escolas e sei o quando os adolescentes sabem ser cruéis com quem é diferente. E o nosso nobre vereador com tanta coisa para fazer de bom por nossa cidade, fica nessa hipocrisia. Por favor, senhor vereador vai procurar o que fazer.
 
Pedro Paulo da Costa Alcantâra em 22/12/2010 04:19:16
Acredito que devamos levar essa discussão para "o além" do religioso, estamos falando de seres humanos idênticos a todos nós (héteros ou não). Tenho certeza que uma campanha contra a homofobia será benéfica para a nossa sociedade, mas precisamos refletir sobre os métodos dessa campanha apresentada pelo MEC. Analisando superficialmente esse video percebi que ele foi feito para comover, sensibilizar as pessoas que o assistem, mas será que é correto tentar comover ou sensibilizar uma criança com uma coisa que nem ela mesmo entende? Da forma que as coisas estão acontecendo estou imaginando que daqui pouco teremos também campanhas para heterossexuais, sobre como é bom ser heterossexual. O ponto chave não deve ser esse, como é bom ser hétero ou como é bom ser homo, o ponto chave é que devemos nos respeitar mutualmente, indiferente do sexo, cor da pele ou orientação sexual. Reflitamos sobre mais uma coisa, no video acima a personagem "Bianca" diz que "Tenho orgulho em ser gay", isso me parece uma frase machista as avessas: "Tenho orgulho em ser macho", volto a repetir, não devemos refletir sobre o orgulho de ser isso ou ser aquilo, ou sobre o que é melhor para meus filhos, ou sobre o que minha religião pensa sobre, devemos refletir ESTRITAMENTE sobre o respeito ao próximo. Não faça nada que não queira que façam com você.
 
Joilson Lemos em 22/12/2010 04:08:28
Educação vem de casa.
Se videos como esses são o futuro da formação pessoal de cada cidadão, não há necessidade de escola, organização educacional e nem mesmo família para educar ninguém.
Lamentável a atitude do MEC que fará além de toda essa repercussão, demonstrar que investe muito do que recebe em programas que só irão aumentar a discriminação aos homossexuais.
É o MEC malhando em ferro frio.
 
Antônio Marcos Alencar de Lima em 22/12/2010 03:56:55
Isso é um absurdo, estão querendo fazer as pessoas engolir o homoxessualismo guela a baixo, cada um tem sua opção sexual, beleza, mas Deus fez o homem e a mulher (isso é o normal), e o que as pessoas estão querendo fazer colocando essa questão parecendo ser natural na vida dos adolescente é um absurdo, ao invez de se preocuparem com questões tão mais serias, querem colocar esse video nas escolas, no meu ponto de vista isso é colocar para as pessoas que é normal, que é natural, realmente estamos nos fins dos tempos, se fosse tão normal Deus teria feito Adão e Ivo ao inves de Adão e Eva. Estou indignada!!!!
 
Natalia Guimarães em 22/12/2010 01:56:50
Resumindo: Lares disfuncionais "criam" pessoas capazes de julgar normal situações bem anormais.
 
Diego Lanza em 22/12/2010 01:27:39
Em minha franca opinião pessoal esse sr. Paulo Siufi vem demonstrando ser portador de sérios problemas psicológicos relacionados a sexualidade. Nunca vi alguém demonstrar tanto incomodo, dessa forma destemperada e revanchista, em relação a um tema que é absolutamente natural na vida de todos os seres humanos. Pergunto-me com certa curiosidade o que esconde esse senhor???? Esconde muuuuiiitoooo, certamente. Freud que o explique, e explica com certeza.
 
Adriana Oliveira em 21/12/2010 11:01:31
Acho que devemos acabar com os preconceitos e valorizar o ser humano independente de sua orientação sexual. Muitos falam sobre os "valores de Deus", devo lembrar que vivemos em um país laico e portanto alguns "valores" e preceitos principalmente cistrãos, não servem para outros. Sendo assim, principalmente a escola pública tem que servir a todos os seus cidadãos sem discriminação.
 
Nivaldo Tenório em 21/12/2010 10:56:18
Sou contra qualquer tipo de violencia, mas isso não justifica passar um vídeo desses para crianças. Deveria haver campanhas contra violencias e agreções fisicas e morais, independente de cor, raça ou orientação sexual. Realmente dependendo da idade isso pode interferir ou até incentivar comportamento homossexuais. Está mais parecendo um vídeo de marketing. Antigamente era proibido, há pouco tempo vem sendo tolerado, agora está sendo incentivado, daqui a pouco vai ser obrigatório . . . Não é por aí . . . Todos deveriam respeitar a privacidade do outro, independente de ser homo o hetero a relação sexual é privada ao parceiros, cada um na sua intimidade, ninguém faz sexo na rua, pelo menos não deveria, é falta de respeito. Agora o que é coletivo, comunitário ou público deve ser regido com leis para impedir crimes e constrangimentos, mais isso não impede a manifestação sexual privada de ninguém.
 
jose antonio em 21/12/2010 10:48:47
Prezado leitores e leitoras, vejam a tamanha homofobia deste sujeito chamado senhor Oswaldo Junior, uma vez que o mesmo diz que a homossexualidade e/ou o homossexual não é uma pessoa normal, ele contribue e muito de forma negativa para o afloramento da violência e da pratica de assassinatos e crimes contra homossexuais, vou mais alem, ele esponhe claramente sua homofobia, lembrando que a biblia não é o único ensinamento religioso ao qual se deva ser seguido, tendo em vista que vivemos em um páis Láico e com varias religiosidades e crenças inclusive com a liberdade de pensamento e direito de que cada pessoa siga a religião que quizer e ele não pode ir contra porque a liberdade regiliosa é um direito de cada um inclusive de não qurer a biblia como sua doutrina de vida...Aqui exponho o que é liberdade e o que é direito de cada pessoa en quanto cidadão e memso acreditando fielmente em Deus detesto o fnanatismo religiosos dos fundamentalistas conservadores, jurassico e retrogados evangelicos e católicos do tempo do epa e da iquisição.
 
Cris Stefanny em 21/12/2010 10:26:25
Podemos até discordar do modo de ser e viver das pessoas, mas não temos o direito de discriminá-las e praticar violências contra elas. Muitos falam de amor, de fraternidade, de solidariedade, principalmente no interior das igrejas, porém não conseguem respeitar as pessoas na sua dignidade de seres humanos. Façamos o exercício de tentar enxergar as pessoas para além dos rótulos que lhes são impostos pela sociedade perita em excluir.
 
Pedro Kemp em 21/12/2010 10:15:12
Sou Rafhael tenho 24 anos, sou homosexual, não me visto como mulher e me comporto como homem, mas se um dia eu viesse a me sentir bem me vestindo de mulher não teria receio, tenho amigos gays, tem tantas qualidades como qualquer um, trabalham, não roubam, não matam, nem são preconceituosos, vivemos nossa vida, respeitando o espaço de cada um, minha familia não aceita até hj, mas me respeitam, tenho orgulho de ser gay e me orgulho em saber que este assunto esta sendo tratado para o bem da convivencia entre todos, pessoas pensam que escolhemos ser gays, mas são tolos, pq qm neste mundo escolheria passar por tantas dificuldades? Quem escolhe ser negro ou ser deficiente? O mundo será muito deshumano se for baseado em preconceito, as vezes nossa felicidade esta em lutarmos contra nossas diferenças as vezes a felicidade do "seu" filho esta escondida atraz dodo seu preconceito!!!
 
Rafhael Maia em 21/12/2010 09:55:31
o grande problema de hoje é que a mídia parece estar contra os heteros sexuais... hoje em dia achar ruim ir ao shopping e ver dois homens com "frescura" é preconceito...então pergunto: meu filho de 7 anos tem que ver aquilo e eu tenho que dizer à ele que isso é normal?? isto não é normal e eu não sou obrigado a passar por isso, pois nos dias de hoje nem casais heteros ficam se beijando em locais púiblicos, é só vc parar e reparar se não estou certo. A lei diz que não se pode constranger essas pessoas, mas e nós temos que passar por isso?? Portanto, aos meus 30 anos de idade digo: NÃO SOU OBRIGADO A PASSAR POR ESSE TIPO DE CONSTRANGIMENTO...
 
frederico moraes em 21/12/2010 09:52:31
Simceramente, algum pai ou mãe gostaria que seu filho ou filha aos 14 anos entendesse o homosexualismo como opção para si mesmo?? Acredito que nem pais homosexuais queiram incentivar algo assim! Pra lidar com o imaginario dos adolescentes - e muitos qua apesar da idade ainda tem a inocencia de criança sim - tem que ter muito cuidado! Não pode discriminar o homosexual, mas não se pode jamais, jamais incentivar o homosexualismo! ISSO NÃO É BOM!!!
 
Minamar Junior em 21/12/2010 09:39:14
É lamentavel que este profissional de saúde venha a público prestar este deserviço a saúde pública de nossa capital, pricipalmente nestes dias em vemos o crescente numero de casos de homofobia... ainda bem que nossos filhos (as) terao oportunidade de debater este assunto em nossas escolas... pq nós o pais e maes nao temos a coragem de encarar esta realidade e fazer esta discusao em nossos lares... deixando um monte de ????? na cabeça dos adolescentes, e nao fazemos nada para mudar.... e quando temos
tecnicos preocupados, o que fazemos é só critica, critica, critica... mas nao procuramos os orgaos responsaveis para melhores esclarecimentos.
 
MARK VALENTIN em 21/12/2010 09:38:38
O que é normal hoje?
Se tornar um politico e roubar literalmente a população e na hora das eleições lhe pedir seu voto e você ainda votar neles...isso será que é normal, ou vender seu voto por R$ 20,00...será que isso é normal...eleger uma ex-detenta, ex-sequestradora e assaltante como presidente do nosso pais...sera que isso é normal....o que é normal?????
Ver padres pedofilos nas igrejas....pastores incredulos enganando seus fieis...isso será que é normal?
Banalizar toda e qualquer forma de sentimento em novelas e seriados podres de TV isso é normal???
Será que ser diferente hoje é ser normal??? Não sei???
Só sei que a ipocrisia fede....e nos temos que entender que estamos em pleno seculo 21 e que não vivemos mais nas cavernas e que somos seres pensantes, então meu amigo pense e reflita...tente se colocar 1 minuto sequer na pele de fulano ou beltrano....
Toda a sociedade que cá esta hoje é ipocrita e ridicula.....pois não sabe o seu proprio valor se deixa influenciar por modinhas ridiculas e essa grande massa que infelizmente decide o futuro de nosso pais fazendo nas urnas o que deveriam fazer na latrina.
 
André Luiz em 21/12/2010 08:38:00
Acho que exibir este vídeo para as crianças na escola é um absurdo, não me falem que isso é preconceito, pois não estou dizendo que sou contra apenas não quero ver as crianças achando que é normal beijar o coleguinha do mesmo sexo, ou até mesmo ir no mesmo banheiro, isso vai ser a vergonha deste país, o qual já tem tantos motivos para se envergonhar, se não agirmos rápido certamente o futuro será deprimente.
 
Helton da Costa Bittencourt em 21/12/2010 08:30:29
Não estou incentivando o preconceito, mais não acho certo as crianças no Brasil crescerem com a ideia de que existir homosexuais seja normal, eu não gostaria que um filho meu tivesse essa ideia, cresci numa família evangélica e aprendi que os valores deixados por Deus a nós são totalmente diferentes dos que querem ensinar as nossas crianças.
 
Oswaldo Junior em 21/12/2010 07:10:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions