A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/10/2011 14:37

Zauith quer manter aliança com grupo político e ainda espera acordo com o PMDB

Wendell Reis
Prefeito de Dourados não quer ser excluído do grupo do governador (Foto: Wendell Reis)Prefeito de Dourados não quer ser excluído do grupo do governador (Foto: Wendell Reis)

O prefeito de Dourados, Murilo Zauith (DEM), ainda espera por um acordo com o PMDB para que não rompa a aliança construída com um grupo político que alega fazer parte desde a primeira eleição de André Puccinelli (PMDB), ainda na prefeitura de Campo Grande em 1996. Zauith acredita que ainda é cedo para falar em aliança e espera tratar sobre o assunto só a partir de fevereiro.

O prefeito de Dourados declarou que a sua candidatura será natural, pois a aprovação da sua administração que definirá se será ou não candidato. Assim, afirma que terá capacidade e grandeza para respeitar a decisão, caso não seja o escolhido de seu grupo: “Não quero ser excluído do grupo. Tenho uma auto-avaliação e saberei se estou indo bem ou não. Anteontem tive acesso a uma pesquisa e estou com uma aprovação muito boa”, garantiu.

Murilo Zauith teve uma rápida conversa com o governador André Puccinelli e quando o pré-candidato do PMDB a prefeitura de Dourados, Geraldo Resende, se aproximou, perguntou se poderia tratá-lo como adversário. Questionado sobre o fato, Puccinelli disse que sim. “Pode, porque vai ser mesmo”. Durante discurso no evento de assinatura de obras em comemoração ao Estado, Puccinelli se referiu a Resende como candidato e não como pré-candidato.

Em entrevista, Geraldo Resende disse que está fazendo o mandato da melhor maneira possível para poder se viabilizar e ser o candidato do PMDB, mas revelou que está feliz com as pesquisas que demonstram preferência do eleitor de Dourados pelo seu nome. Ao ser questionado sobre pretensos vices, o deputado federal disse que ainda é cedo para falar, pois o PMDB ainda não escolheu o candidato e nem as alianças.

Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions