A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/07/2014 10:33

Etiqueta de queijo com vencimento em 2008 é "erro involuntário", alega mercado

Bruno Chaves
Mercado enviou imagem de pedaço de queijo que ilustra formato da impressão da data de validade (Foto: Divulgação)Mercado enviou imagem de pedaço de queijo que ilustra formato da impressão da data de validade (Foto: Divulgação)

Em nota enviada ao Campo Grande News nesta sexta-feira (11), a rede de supermercados Comper informou que uma falha involuntária no processo de corte de uma peça de queijo mozarela causou confusão com a data de vencimento do alimento. Comprado por uma dona de casa de 51 anos, no último dia 2, um pedaço de queijo da marca Dagosto tinha duas datas de validade, uma delas era 2008.

A consumidora Giulia d'Amore só percebeu a confusão quando chegou em casa. Na etiqueta do mercado, a data de fabricação do queijo era 2 de julho de 2014 e a de vencimento 6 de julho de 2014. Entretanto, as datas eram outras na embalagem original do produto: fabricação 2005 e validade 2008. Giulia reclamou ao Campo Grande News sobre a situação, em matéria do dia 8 de julho.

Conforme a nota do supermercado, “é possível verificar, vendo as fotos que ilustram a matéria, que a embalagem da mussarela foi cortada separando as informações da validade impressa. O produto não estava com validade '2008', mas refere-se ao dia 20/08. Como a embalagem foi cortada, provavelmente estava 200814, até porque queijos têm prazo de validade de no máximo 90 dias. Se o produto estivesse vencido há seis anos certamente não estaria em perfeitas condições”.

O supermercado ouviu o representante do Laticínio Dagosto, Augusto Schunk, que fornece produtos ao Comper como as mozarelas. De acordo com o esclarecimento enviado à redação, “ocorreu uma falha (involuntária) no processo de corte da peça, havendo omissão justamente do ano em que a peça de mussarela (sic) teria validade para consumo. O pedaço comprado pela cliente omite justamente o ano de fabricação e validade, como visto nas fotos”.

Para o supermercado e para a empresa fornecedora do produto “o processo de identificação sobre fabricação e validade estão em acordo com a legislação sanitária estadual, cuja inspeção periódica é feita no Laticínio Dagosto. Por conta disso, sempre que os clientes tiverem alguma dúvida quanto à validade dos produtores vendidos nas lojas Comper, seria interessante que entrassem em contato com a sede".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions