A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

10/04/2012 11:13

Leitores registram alagamentos e ruas com pedras e lama após chuva

Fernando da Mata

No Maria Aparecida Pedrossian, ruas ficaram alagadas após chuva...No Maria Aparecida Pedrossian, ruas ficaram alagadas após chuva...
... e ficaram tomadas por pedras e lama (Foto: Jânio Batista de Macedo)... e ficaram tomadas por pedras e lama (Foto: Jânio Batista de Macedo)

A chuva que caiu em Campo Grande, na tarde de segunda-feira (9), atingiu 29 milímetros, de acordo com a estação meteorológica Uniderp/Anhanguera. As regiões leste e sudeste da cidade foram as que tiveram maior volume de precipitação.

Leitores do Campo Grande News que moram em três bairros de regiões distintas da cidade registraram alagamentos e ruas tomadas por pedras e lama.

Morador do Maria Aparecida Pedrossian, o leitor João Batista de Macedo relatou que as águas pluviais castigaram as principais vias do bairro, como João Francisco Damasceno, avenida Orlando Daros, cruzamento das ruas Ponta Grossa e Minerva.

“Pedras, terras e lama vieram com o volume das águas da chuva que desceram do alto do Vivendas do Parque e do Jardim Panorama”, descreveu Macedo.

No bairro Piratininga, José Ricardo Vaz de Miranda disse que bastou poucos minutos de chuva para alagar a avenida Manoel da Costa Lima, em frente ao Centro de Convivência dos Idoso.

“Ficou alagado e intransitável para pedestres que necessitam realizar a travessia usando a faixa de pedestres, além de ter alagado o comércio próximo.”

A leitora Aparecida Martins dos Santos reclamou que casas ficaram alagadas na rua Simões, bairro Taquaral Bosque. “A água da chuva invadiu as casas por causa de bueiros entupidos e da via ser mal projetada entre a rua Pinhão e a avenida Ana Rosa Castilho O Campos.”

O Campo Grande News esteve no Taquaral Bosque após a chuva. Em uma das casas alagadas, o nível da água chegou a atingir 70 centímetros.

Acumulado - O meteorologista Natálio Abrão Filho destacou que o acumulado de abril na Capital está em 53 milímetros. O esperado para o mês é de 90 mm de chuva, abaixo da média histórica de 106 milímetros.

Para que haja uma chuva forte, de acordo com Abrão, basta vários dias com temperaturas altas e a combinação com umidade e padrão de ventos, independente de mês ou estação do ano.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions