ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 27º

Direto das ruas

Mãe denuncia creche com recreadora para 3 salas e secretária nega

Por Lidiane Kober | 10/09/2013 15:24

Moradora do Bairro Estrela Dalva, uma mãe procurou, nesta terça-feira (10), o Campo Grande News para denunciar a falta de recreadoras no Ceinf (Centro de Educação Infantil) Mary Sadalla Saad. Segunda ela, uma profissional estaria atendendo três salas, com 48 crianças de dois a três anos.

“No horário do almoço, das 10h30 às 12h, apenas um recreadora está atendendo as três turmas da Creche I”, relatou a mãe, que pediu sigilo do nome. “As cozinheiras deixam as panelas de lado para ajudar a dar o almoço e as faxineiras quebram o galho se alguma criança quer ir ao banheiro”, completou. “Não tem como uma pessoa atender 48 crianças”, concluiu.

O temor da mãe é acontecer alguma coisa com os pequenos. “Não tem como a recreadora olhar com atenção todas as crianças, qualquer deslize pode acontecer uma tragédia, são todos bebês ainda”, frisou.
Ela informou ainda que, desde o início do ano, cinco recreadoras foram demitidas. “Duas foram mandadas embora em maio; uma, em junho e mais duas, em julho, fora outras duas que estão de licença maternidade”, relatou.

“Até agora, não houve reposição”, completou. Ainda de acordo com a mãe, o Ceinf conta com oito salas e seriam necessárias pelo menos duas recreadoras para cada.

O outro lado – Secretária de Assistência Social, Thais Helena garantiu que o Ceinf cumpre a regra de duas recreadoras por sala, mas reconheceu que, há uma semana, uma profissional pediu demissão e desfalcou uma das turmas da Creche I. “Ainda nesta, semana vamos contratar alguém para repor”, assegurou.

Procurada pela reportagem, Thais Helena informou ter conferido a listagem de todos os profissionais do Ceinf e destacou ter ligado para o local a fim de conferir o número de recreadoras. “No caso das turmas de Creche I, quando o número de crianças é superior a 15, são necessárias duas profissionais. Como são turmas de 16 alunos, cada uma conta com duas recreadoras”, detalhou.

Ela também negou a demissão de cinco profissionais e assegurou que o Ceinf perdeu apenas duas recreadoras durante o ano. “Uma está de atestado médico e a outra pediu demissão na terça-feira passada”, contou. “Também temos as professoras em cada sala”, finalizou.