A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/02/2008 14:22

Agroindústria nacional cresceu 5% em 2007, aponta IBGE

Redação

Pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) aponta crescimento de 5% no ano passado para a agroindústria brasileira. O aumento é maior que o registrado em 2006, de 1,5%, mas menor do que do setor industrial como um todo em 2007, que chegou a 6%.

Conforme os dados divulgados pelo IBGE, que são nacionais, o destaque foi o desempenho dos derivados da soja, com crescimento de 5,5% e do milho, com12,9%, resultados atribuídos à ampliação da safra e das boas cotações de comercialização nos mercados interno e externo, como analisou o economista Fernando Abrita. A pesquisa é realizada a cada seis meses.

Abrita informou que os derivados da soja são muito utilizados na produção de rações animais. No caso do milho, o preço internacional esteve muito favorável em 2007, devido à redução das exportações norte-americanas, para a produção interna de etanol.O economista salientou também, entre os produtos derivados da agricultura, a celulose, com um resultado de aumento de 4,1%, e a laranja que, direcionada para exportação, cresceu (13%).

A produção de arroz evoluiu 1,3%, sinalizando expansão do mercado doméstico.Os produtos industriais utilizados pela agricultura tiveram expansão de 15,1%. Contribuiu para isso o aumento da produção de adubos e fertilizantes (4,8%) e máquinas e equipamentos (49,3%).  Esse resultado se deve, conforme os responsáveis pela pesquisa, não só à base de comparação fraca de 2006, como também ao crescimento da renda agrícola.

Pecuária - Em relação aos produtos derivados da pecuária, a expansão foi de 2% no ano passado. Os derivados da pecuária bovina e suína cresceram 3,2%, impulsionados pelo consumo interno e pelas exportações.

O economista Abrita aponta que  o setor externo também  favoreceu o bom desempenho dos derivados de aves, que cresceram 7,1%.Entre os derivados da pecuária que mostraram recuo em 2007, o economista do IBGE citou o setor de couros e peles (-2%) e o de leite (-6,2%), esse último foi influenciado pelo aumento dos custos da produção, mas

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions