A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/04/2015 16:53

Foco de mormo, doença grave que atinge cavalos, é encontrado em MS

Priscilla Peres
Ceará é um dos estados que está em alerta por causa da doença que afeta cavalos. (Foto: Diário do Nordeste)Ceará é um dos estados que está em alerta por causa da doença que afeta cavalos. (Foto: Diário do Nordeste)

Foi identificado em Mato Grosso do Sul um caso de mormo, doença contagiosa e grave que atinge cavalos, podendo levar a morte. A infecção foi encontrada em um equino do município de Bela Vista e eventos de laço cumprido estão sendo adiados para que sejam tomadas as medidas preventivas.

Em nota, a Iagro explica que no dia 9 de abril o proprietário do animal solicitou ao veterinário que fosse feito o exame de mormo. A amostra de sangue foi encaminhada à São Paulo e o texto deu positivo no dia 14, dois dias depois a SFA (Superintendência Federal de Agricultura) notificou o Serviço Veterinário Oficial e a propriedade foi interditada para trânsito de equídeos.

A Igro realizou uma nova coleta, enviou a um laboratório credenciado ao Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e mais uma fez a confirmação foi dada. Desde então, estão sendo tomadas providências sanitárias para impedir que o foco da doença se espalhe pelo Estado.

Desta forma, o animal infectado terá de ser sacrificado, os veterinários vão colher material para tentar isolar a bactéria Burkholderia mallei, e em seguida o cavalo será incinerado no mesmo local. Todas as instalações precisam ser desinfectadas, diante da presença de um veterinário oficial.

Os demais animais da fazenda terão de passar por testes de diagnóstico e caso todos derem negativo, o foco é considerado sanado,m a propriedade é desinterditada e o trânsito de cavalos liberado.

Doença - O mormo é uma doença infectocontagiosa grave que atinge equídeos (equinos, asininos e muares), mas que pode acometer outras espécies de maneira acidental, como o homem (zoonose), carnívoros e pequenos ruminantes.
A doença é causada pela bactéria Burkholderia mallei, que ocasiona alta taxa de mortalidade nos equídeos e, no homem é fatal. Os sinais clínicos mais frequentes são: febre, tosse e corrimento nasal.

O Mormo está presente na Lista de Doenças de Notificação Obrigatória ao Serviço Veterinário Oficial da Instrução Normativa/Mapa nº 50, de 24/09/2013. Toda suspeita de Mormo deve ser notificada imediatamente à Iagro para que sejam adotadas as medidas sanitárias pertinentes.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions