A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

06/10/2015 07:49

Frigorífico reúne produtores para discutir programa que valoriza arroba

Caroline Maldonado
Pacto trará valorização para raça Nelore, foco de produtores da região norte de MS (Foto: Divulgação/Julio Bittencourt)Pacto trará valorização para raça Nelore, foco de produtores da região norte de MS (Foto: Divulgação/Julio Bittencourt)

O frigorífico JBS reúne na próxima semana produtores interessados no Pacto Sinal Verde, programa que valoriza a arroba do boi em até 3%, conforme a qualidade da carcaça. Produtores da região norte de Mato Grosso do Sul devem participar da reunião para orientações, no dia 17 de outubro, em Figueirão, a 226 quilômetros de Campo Grande. O pacto foi firmado entre o Governo do Estado e o JBS, em agosto deste ano.

O encontro será a partir das 9h, no tatersal de leilões da Fazenda 3R. A tipificação das carcaças deve gerar aumento da bonificação do produtor rural em R$ 2 por arroba, segundo o proprietário da fazenda, Rubens Catenacci. Esse valor representa valorização de 2,7%, com base na cotação da arroba do boi para a região centro de MS, que é de R$ 135,09, segundo levantamento da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul).

Para os produtores, o pacto é resposta a um anseio antigo da valorização da raça Nelore. “Assim como a maioria dos criadores brasileiros, dedico-me à raça Nelore, com resultados que surpreendem. O Sinal Verde contribuirá para que os animais sejam pagos por seu rendimento frigorífico e qualidade, seja originado por um cruzamento industrial ou não, a valorização será reflexo do empenho do produtor”, comenta Rubens.

Entre as ferramentas de valorização, estão o aumento de produtividade, redução da idade de abate, formação de carcaças mais pesadas e de maior rendimento, de acordo com Eduardo Krisztán Pedroso, do setor de originação do JBS. “Fazendo uma analogia, a carcaça é a embalagem da pecuária e preenchê-la adequadamente significa aumento de produtividade e, por consequência, do faturamento por hectare da propriedade rural. Isso é aumentar a renda do produtor economicamente antenado”, afirma Eduardo. 

As metas serão facilmente atingidas pelo norte de Mato Grosso do Sul devido a tradição voltada à qualidade, na opinião do prefeito de Figueirão, Rogério Rosalin. “Não há dúvida de que a região que produz o melhor bezerro do País se mobilizará em prol de resultados ainda melhores, que vão impactar na rentabilidade das propriedades, municípios e do Estado, além de elevar nossa carne à categoria gourmet”.

Pacto Sinal Verde - O objetivo do pacto é atingir 100% do abate tipificado no Estado até dezembro deste ano, ou seja, classificar a carcaça bovina em padrões indesejável, tolerável e desejável. Até agosto de 2016, o frigorífico quer elevar o percentual de cabeças de alta qualidade dos atuais 27% para 50% e reduzir de 10% para 3% o volume de carne que não atende os requisitos de perfeita qualidade.

Durante a assinatura do pacto, no dia 25 de agosto, o presidente do JBS, Renato Costa disse que na hora de fechar o negócio o pecuarista que se enquadrar no programa terá acréscimo no valor da arroba, que varia entre 2% e 3%, de acordo com a tipificação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions