A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

02/08/2018 21:05

Apple se torna primeira empresa a atingir US$ 1 trilhão em valor de mercado

Adriano Fernandes
Marca histórica reflete o fascínio de usuários e investidores pelo mundo com a marca. (Foto: Reprodução/Canaltech) Marca histórica reflete o fascínio de usuários e investidores pelo mundo com a marca. (Foto: Reprodução/Canaltech)

A Apple se tornou nesta quinta-feira (02) a primeira empresa privada da história atingir US$ 1 trilhão em valor de mercado na bolsa de Nova York. Superando rivais como a Amazon e Microsoft. A marca foi atingida por volta das 13h, após a ação da Apple superar US$ 207,04 na Nasdaq.

A ação da Apple fechou com alta de 2,92%, a US$ 207,39, o que dá para a companhia um valor de mercado de US$ 1,001 trilhão. Como comparação, esse valor supera mais da metade do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro do ano passado. Além disso, se a companhia fosse um país, seria a 17ª maior economia do mundo.

Números astronômicos 

De acordo com o portal do G1, até a véspera, a Apple acumulava alta de 17,5% no ano, avaliada em US$ 988,4 bilhões, se firmando à frente de suas principais concorrentes no setor. A Amazon fechou o dia anterior avaliada em US$ 877,4 bilhões, a Alphabet, matriz do Google, em US$ 854,7 bilhões, e a Microsoft em US$ 811,1 bilhões.

A companhia norte-americana vale mais que a soma do valor de mercado de todas as mais de 360 empresas brasileiras listadas na B3, segundo dados da Economatica. No final de julho, as companhias brasileiras valiam, somadas, US$ 847 bilhões nesta quinta-feira, segundo dados da Economatica.

As ações da Apple têm subido porque os investidores reagiram bem ao resultado do último trimestre da empresa. A companhia registrou uma alta de 32% no lucro, a US$ 11,5 bilhões graças ao aumento do preço de venda do iPhone.

O volume de negócios da companhia cresceu 17%, a US$ 53,3 bilhões, em relação ao mesmo período do ano passado, devido especialmente à venda de iPhones, serviços on-line e acessórios. A empresa vendeu 41,3 milhões de unidades, abaixo das expectativas de 41,8 milhões de aparelhos, mas o preço médio de venda do iPhone atingiu US$ 724, superando previsões de analistas de US$ 694 dólares, segundo dados da FactSet.

Esse desempenho foi atribuído ao lançamento em 2017 do iPhone 8 e do iPhone X, cujo preço inicial de venda ao público era de quase mil dólares. A empresa, que busca se diversificar para não depender tanto do iPhone, teve um aumento de 31%, a US$ 11,5 bilhões, nas receitas provenientes de serviços como iTunes Store, Apple Music, Apple Pay, entre outros.

Além de fornecer uma receita de US$ 9,5 bilhões no trimestre, a Apple monta na China a maioria de seus aparelhos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions