A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

12/02/2014 08:10

Acusado de dirigir embriagado e provocar acidente grave vai a júri

Aline dos Santos
Uno bateu em poste na rua Ceará. (Foto: Ellen Chaves)Uno bateu em poste na rua Ceará. (Foto: Ellen Chaves)

Vai a júri popular em abril o motorista Aderivaldo de Souza Ferreira Júnior, que provocou acidente grave, com três vitimas, no dia 3 de agosto do ano passado. De acordo com a denúncia do MPE (Ministério Público Estadual), o condutor estava embriagado e dirigia em alta velocidade, portanto, assumiu o risco.

Para o juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, “as provas sinalizam que o acusado estava, em princípio, em alta velocidade, fazendo "racha" e sob grande efeito de bebida alcoólica, o que caracteriza, em tese, o dolo eventual pela previsão e aceitação do resultado morte”.

O acidente foi no cruzamento das ruas Ceará com a Amazonas, no bairro Santa Fé, em Campo Grande. O Fiat Uno conduzido por Aderivaldo colidiu com um poste de iluminação. Os passageiros Lucas Adriano Leite Nogueira de Oliveira, Catarina Rosa Mantovan e Otávio Sol Cotte ficaram feridos.

Os jovens tinham saído do bar Bartolomeu, no bairro Chácara Cachoeira, e pretendiam comer em uma lanchonete da região. Aderivaldo teve escoriações na cabeça e no rosto.

Lucas que estava no banco de trás do veiculo, quebrou braço, perna e bacia. A jovem sofreu traumatismo craniano. “Estas duas últimas vítimas, Lucas e Catarina, foram ouvidas em suas residências, uma delas na cadeira de rodas e a outra, lançada diariamente sobre um leito, com dificuldade de coordenação motora e até de raciocínio lógico, tanto que não foi possível colher o seu depoimento”, informa o processo. Otávio Sol Cotpe, 19 anos, saiu ileso do acidente. O julgamento será no dia 2 de abril. Aderivaldo está preso.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions