ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  17    CAMPO GRANDE 21º

Lugares por Onde Ando

Praia ou destino de natureza: Para onde viajar nestas férias de verão?

Por Paulo Nonato de Souza | 07/01/2021 07:44
Pesquisa mostra o turismo de natureza com 9,9% das buscas por viagens nestas férias de verão (Foto: Legado das Águas/Reprodução)
Pesquisa mostra o turismo de natureza com 9,9% das buscas por viagens nestas férias de verão (Foto: Legado das Águas/Reprodução)

Praia ou turismo de natureza e ecoturismo? São segmentos diferentes, mas também a combinação de boas opções de destinos turísticos para você encarar a pandemia de coronavírus com atividades ao ar livre nestas férias de verão. Na escolha talvez nem sejam determinantes as nossas preferências, porque a Covid-19 mudou nossas vidas e o nosso jeito de ser, e o ideal pode ser a união de diversão, descanso e segurança contra o vírus.

Pesquisa do setor de Sondagem Empresarial, do Ministério do Turismo, realizada em parceria com agências de viagens, e divulgada esta semana, revela que 46,4% dos viajantes em potencial buscam informações sobre destinos de sol e praia, seguidos por destinos culturais e de patrimônio histórico, 13,8%, com 9,9% da preferência para o turismo de natureza e ecoturismo.

Os quase 10% de buscas por turismo de natureza e ecoturismo “são absolutamente relevantes” para Mato Grosso do Sul, que tem nesse segmento a sua principal oferta turística. É a avaliação do diretor-presidente da Fundação Estadual de Turismo (Fundtur) e presidente do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), Bruno Wendling.

“São números muito bons. Por exemplo, em números absolutos, se você pegar 10% de 20 milhões de pessoas que forem viajar neste verão, já são mais de 2 milhões de pessoas optando pelo ecoturismo e turismo de natureza”, explicou ele.

A pesquisa mostra que a temporada de verão 2020-2021 tem no Nordeste seis dos 10 destinos mais procurados pelos viajantes. Natal (RN), desponta como destino mais procurado por pessoas que desejam viajar, seguida por Foz do Iguaçu, no Paraná, e Fortaleza, no Ceará. Completam a lista, as cidades do Rio de Janeiro (RJ), Maceió (AL), Gramado (RS), Ipojuca (PE), São Paulo (SP), Porto Seguro (BA) e Salvador (BA).

Bruno Wendling afirmou que recebeu o resultado da pesquisa com naturalidade até pelo seu foco nas férias de verão, quando as pessoas sempre buscam praias para relaxar.  “Na verdade o ecoturismo é uma atividade segmentada, não é turismo de massa, nunca será mais procurado que sol e praia, tradicional preferência de férias de verão”, ressaltou.

Dados da própria Fundtur revelam que o município de Bonito, principal destino de ecoturismo de Mato Grosso do Sul, recebe entre 200 mil e 250 mil turistas por ano.

“São números excelentes, por se tratar de uma atividade restrita. Mato Grosso do Sul trabalhando bem, focando bem na sua oferta e com promoções direcionadas, tem tudo para ser o principal destino de natureza do Brasil”, avalia.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário