ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 25º

Lugares por Onde Ando

Viajar no estilo “bate e volta” e com preços acessíveis

Paulo Nonato de Souza | 08/10/2022 09:03
Curtir as belezas naturais na região de Piraputanga, distrito de Aquidauana, é uma dica de bate e volta neste feriadão (Foto: Reprodução)
Curtir as belezas naturais na região de Piraputanga, distrito de Aquidauana, é uma dica de bate e volta neste feriadão (Foto: Reprodução)

Já sabe o que fazer neste feriadão de outubro? Na falta de um, são dois feriados emendados. Um estadual no dia 11, terça-feira, em que se comemora a criação do estado de Mato Grosso do Sul, e um nacional, o 12 de Outubro, quarta-feira, em homenagem à Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

Contando com a emenda do final de semana, serão cinco dias de feriado prolongado. Isso se você conseguir “fugir” da segunda-feira normal de trabalho. Não é o caso dos funcionários públicos da Prefeitura de Campo Grande, porque o feriado do Dia do Servidor, celebrado em 28 de outubro, foi antecipado para a próxima segunda-feira, 10. Quem não é dos setores essenciais está liberado.

Por cair em um meio de semana, nem todo mundo estará livre de compromissos profissionais para fazer passeios mais longo. O ideal é viajar no estilo “bate e volta” e aproveitar roteiros turísticos próximos de onde mora ou em estados vizinhos a Mato Grosso do Sul, sem ter que se deslocar de avião porque passagens compradas de última hora ficam ainda mais caras.

O mês de outubro é sempre uma boa escolha para viajar. É a chamada média temporada, porque os destinos não estão muito cheios nem muito vazios, e o clima é bastante agradável entre o friozinho do inverno e o calor do verão. Essa média estação pode refletir em bons preços nas diárias dos hotéis e nos preços do voos oferecidos pelas companhias aéreas, mas, neste caso, para quem planejou a viagem com antecedência.

Veja abaixo algumas dicas de lugares em Mato Grosso do Sul, próximos a Campo Grande, para um bate e volta:

JARDIM – Distantes apenas 237 km de Campo Grande, Jardim é um município com uma grande variedade de belezas naturais. Fica na região do Parque Nacional da Serra da Bodoquena e abriga lugares belíssimos, como o Buraco das Araras, localizado na Fazenda Alegria, a 28 km do centro da cidade. O buraco tem dimensões gigantescas: 100 metros de profundidade e 160 metros de diâmetro. Nele, vivem muitas espécies de animais, com destaque para as araras, que se refugiam em seus paredões.

BODOQUENA – Fica a 263 km de Campo Grande e a 71 km de Bonito, um dos principais destinos de ecoturismo do Brasil. Faz parte da área de conservação conhecida como Parque Nacional da Serra da Bodoquena, lugar que impressiona pela diversidade de fauna e flora, incluindo belas cachoeiras, a maior parte aberta para visitação. O município rivaliza com Bonito em belezas naturais, tanto que defende um slogan que diz: “Bonito mesmo é Bodoquena”.

CORGUINHO - Distante apenas 100 km de Campo Grande, Corguinho é um perfeito destino de turismo de aventura para uma viagem rápida, e acaba de ser premiado no Top 10 na lista das “100 Melhores Histórias de Destinos Responsáveis” no mundo pela organização holandesa Green Destinations. Rios, córregos cachoeiras, refúgios de animais silvestres, cavernas, sítios arqueológicos, balneários fluviais, as opções de aventura em meio a natureza são muitas.

PIRAPUTANGA e CARLOS CAMISÃO – São dois distritos do município de Aquidauana, distantes 122km e 132km de Campo Grande, respectivamente. Ambos são destinos perfeitos para uma viagem bate e volta, com almoço diferenciado no programa em família no fim de semana. Também há opção de hospedagem em quartos com duas ou mais camas.

RIO NEGRO - A 130 km de Campo Grande, Rio Negro é outro destino perfeito para um bate volta para os campo-grandenses. Um dos atrativos mais buscados pelos visitantes é o Rio do Peixe. Se não estiver muito frio no fim de semana, a cachoeira de mais de 60 metros de altura é um bom passeio até para um mergulho.

Outro atrativo interessante em Rio Negro é o Vale do Alcantilado, mais conhecido pelo nome de Estância Arco Íris, uma propriedade privada a 154 km de Campo Grande com muitas atividades ao ar livre. A lista de atrativos ainda inclui trilhas, piscina natural e sítios arqueológicos com cavernas de mais de 10 mil anos, batizadas de a Toca do Índio I e a Toca do Índio II.

Nos siga no Google Notícias