A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

01/08/2012 06:00

Folha pesada

Jogo Aberto

Efeito colateral

O site do TJ (Tribunal de Justiça) de MS chegou a ficar fora do ar ontem, dia em que o órgão divulgou os valores pagos ao funcionalismo. A piadinha interna é que, de tanto zero, o arquivo era pesado o suficiente para derrubar a página.

Depois do expediente

A listagem com os vencimentos entrou no ar depois das 19h, quando o dia de trabalho do Judiciário já havia acabado, mas a tempo de cumprir o prazo do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que havia dado prazo para o TJ dez dias atrás.

Difícil

Em letras pequenininhas, foram publicadas duas listas, uma com o vencimento "normal" e outra com os pagamentos retroativos, a um grupo de pouco mais de 170 juízes e desembargadores.

Aqui, não

Diferente do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), onde os valores foram divulgados somados e as somas de até R$ 350 mil provocaram escândalo, no Judiciário Estadual, os montantes separados diminuíram o impacto.

Vetado

A Justiça Eleitoral vetou a candidatura Heliomar Klabunde (PSDB), candidato a vice na chapa de Jefferson da Maquisserras (PSDB) à Prefeitura de Paranhos, a cerca de 460 quilômetros de Campo Grande.

Motivo

Ele foi impugnado com base na Lei da Ficha Limpa. O tucano, que foi prefeito da cidade, teve as contas rejeitadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), referente ao ano de 2000.

Retrocesso

Chama atenção o fato de Klabunde ser candidato a vice depois de ter administrado Paranhos, situação pouco comum. Mas em tempos de ex-governador concorrendo a vaga de vereador, não surpreende.

Fim das férias

Deputados estaduais e vereadores da Câmara de Campo Grande se preparam para retornar às atividades nesta semana. Depois de ter 15 dias para se dedicarem exclusivamente à campanha, agora, os parlamentares terão que se dividir entre o processo eleitoral e a presença nas Casas de Leis.

Você sabia?

O que tem em comum o time de futebol do Ivinhema e a prefeitura de Dourados? Promessa não cumprida por parlamentar federal.

Campanha limpinha?

Parece, por enquanto, que nunca antes das histórias das eleições o período de disputa pelo voto dos eleitores ficou tão livre de papéis pelas ruas. Também, com tanto santinho virtual, gastar papel pode não estar nos planos dos candidatos.

Contagem regressiva

Equipes de televisão das campanhas, por outro lado, estão a todo vapor.A partir de hoje, faltam 20 dias para o período que costuma fazer as campanhas ferverem, a propaganda eleitoral na televisão. Os programas começam a ser exibidos no dia 21 de agosto.

Justiça autoriza envolvidas na Lama Asfáltica a votar
Urna – A Justiça Federal autorizou duas envolvidas na operação Lama Asfáltica, que estão cumprindo prisão domiciliar, a exercer o direito do voto no ...
Dagoberto mente, diz liderança do PDT
É fake – As última declarações do deputado federal e presidente do PDT em Mato Grosso do Sul, Dagoberto Nogueira, sobre os pedidos de expulsão do jui...
Depois das eleições, vem o "limpa pauta" na Assembleia
Só depois - O deputado estadual Cabo Almi (PT), reeleito para mais um mandato, admite que a normalidade das sessões da Assembleia só vai ser retomada...
Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions