A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

09/06/2015 09:45

Mais cinco vereadores implicados na Operação Atenas serão julgados

Presidência da Câmara já convocou os legisladores para a sessão às 16h de sexta-feira; grupo está afastado desde fevereiro deste ano

Helio de Freitas, de Dourados
Moacir Andrade presidiu a Câmara após afastamento de Cícero dos Santos e na sexta será julgado por quebra de decoro (Foto: Arquivo)Moacir Andrade presidiu a Câmara após afastamento de Cícero dos Santos e na sexta será julgado por quebra de decoro (Foto: Arquivo)

Mais cinco vereadores eleitos em 2012 em Naviraí, a 366 km de Campo Grande, serão julgados sexta-feira (12) por quebra de decoro e podem perder o mandato por suposto envolvimento no esquema de corrupção desvendado no ano passado pela Operação Atenas, da Polícia Federal.

Veja Mais
Feriado adia sessão, mas Câmara julga mais 5 vereadores na próxima semana
Câmara cassa sexto vereador envolvido na Operação Atenas

José Odair Gallo (PDT), José Roberto Alves (PMDB), Moacir Aparecido de Andrade (PTdoB), Jaime Dutra (PT) e Mário Gomes (PTdoB) estão afastados da Câmara desde fevereiro deste ano.

O grupo tinha escapado da primeira denúncia em outubro, mas o Ministério Público recorreu e conseguiu inclui-los como réus na ação penal da Operação Atenas, que desvendou o esquema de corrupção montado pelo ex-presidente da Câmara, Cícero dos Santos, o Cicinho do PT – expulso do partido ainda no ano passado.

Segundo processo – Eles deveriam ter sido julgados em abril, mas o processo por quebra de decoro foi iniciado sem um pedido legal, apenas com base na denúncia do MP, que não tem legitimidade para propor cassação de mandato de vereador. Um novo processo foi aberto após representação de um dos suplentes e agora acontece o julgamento.

Os cinco vereadores que serão julgados na sexta não chegaram a ser presos no dia da operação, em outubro, mas todos são citados nas gravações feitas pela Polícia Federal através de escutas instaladas na Câmara. Eles respondem a processo por organização criminosa.

Outros seis vereadores já tinham sido cassados entre janeiro e maio deste ano, um deles Cícero dos Santos, que perdeu o mandato em janeiro. Outros dois renunciaram – Marcus Douglas Miranda dos Santos e Solange Melo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions