A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

15/04/2015 12:58

A grande mentira

Por Benedicto Ismael Camargo Dutra (*)

"Cada doutrina de fé entrelaçada com alguma mentira é suficiente para lançar os seres humanos na desgraça! Não é necessário que esteja sempre ligada a crueldades e vícios… A mentira turva o puro saber de Deus! É como se nuvens negras encobrissem o sol." (Roselis von Sass, A Grande Pirâmide Revela seu Segredo)

Desde longa data os seres humanos perderam a conexão com as irradiações da Luz da Verdade. Com mentiras e um falso viver, se algemaram ao materialismo. Suas obras perderam a durabilidade, se tornaram perecíveis. As edificações humanas já começam a ruir por não estarem assentadas sobre bases reais.

Os fortes estímulos para fortalecer o cérebro frontal como fonte de poder tem posto de lado a intuição, a grande mola das descobertas e invenções. A primazia para o raciocínio está enfraquecendo a própria inteligência emocional do cérebro. Fica fortalecido o ser intelectivo, insensível, competitivo, avesso à cooperação. Para tentar uma reversão e humanização, o caminho está em colocar as crianças, desde a primeira infância, em contato com a sabedoria da natureza, suas belezas e sua lógica. Temos de lembrar que a natureza é a mãe de todas as ciências. Conhecer seu funcionamento é conhecer a vida. Será que somente compreenderão a importância da natureza e das florestas para a vida quando for tarde demais?

Recentemente o piloto de um avião comercial arremeteu a nave contra as montanhas causando a morte de 150 passageiros. Atônitas, as pessoas buscam explicações para tal ato. Vivemos num mundo áspero e competitivo. Num passado distante as pessoas sentiam amor em torno delas. O ódio foi ficando cada vez mais forte. A mente psicologicamente arrasada, sentindo-se sem saída, sem o suporte do coração e do amor, se torna capaz de atos tresloucados, alimentados por milhões de pensamentos negativos fartamente divulgados.

O cérebro se dissociou do coração, e em sua frieza vai arquitetando planos de vingança. Não é uma justificativa, é um fato. Por exemplo, os pensamentos de ódio contra o presidente americano John Kennedy se cristalizaram em uma mente assassina. Por isso devemos ser cautelosos, pois quando pensamos visando o bem, nossos pensamentos atuam como um facho de luz na escuridão de nossos dias.

Temos de continuar buscando o Brasil decente e melhor. Um país deve existir para o bem de seus habitantes e estes têm de estar conscientes de que são os responsáveis por um futuro melhor, exatamente ao contrário do que tem ocorrido até agora. A grande dificuldade do Brasil tem sido a falta de objetivos tendentes a construir uma nação de verdade e de responsabilidade com o futuro. Tudo fica no imediatismo dos interesses particulares; falta seriedade. Enfim, olhando para os acontecimentos dos últimos 120 anos, não encontramos uma verdadeira vontade em promover o progresso real e o bom preparo da população. A falta de saneamento e o aumento da violência são as evidências do nosso atraso. Não há rios atravessando cidades que não estejam contaminados e poluídos.

Para que haja paz e progresso, as pessoas precisam se tornar seres humanos de fato, buscando cumprir o seu papel, desenvolvendo os talentos com os quais foram dotados para contribuir com a melhora das condições de vida. Não podemos continuar na forma de viver vazio, sem alvo benéfico, mas sim libertar-nos das mentiras sobre o significado da vida. É preciso agir, tomar atitudes. Os talentos precisam ser colocados em movimento através do esforço de cada pessoa.

Desde que os humanos se afastaram do saber e respeito às leis naturais da Criação, passaram a viver de ilusões, e tudo foi se tornando confuso e perigoso, em oposição ao progresso real. Descuidamos da água potável. Produzimos substâncias tóxicas. Organizamos um péssimo sistema de alimentação. Agora o planeta atinge seus limites críticos. O caos já domina. Urge reconhecer as leis da Criação e respeitá-las para um viver condigno com a espécie humana.

(*) Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, e associado ao Rotary Club de São Paulo. Realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros “ Conversando com o homem sábio”, “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”, e “2012...e depois?”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7

A tarefa da comunicação é urgente para a área de CT&I
Pesquisadores e professores da universidade brasileira sempre tiveram, de forma institucional, o compromisso de explicar à sociedade os resultados do...
A carta de Auschwitz
Na última semana, jornais de todo o mundo divulgaram os resultados do trabalho de reconstrução da mensagem encontrada há quase quatro décadas em uma ...
A cápsula do tempo da Santa Casa
Uma cápsula do tempo é um recipiente especialmente preparado para armazenar objetos ou informações com o objetivo de serem encontrados pelas gerações...
Mato Grosso do Sul não seria o mesmo sem a UEMS
Já se passou algum tempo, mas me lembro perfeitamente de quando completei meus 40 anos. Foi um momento, claro, de comemoração, mas também de balanço....



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions