A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

13/03/2014 16:00

Bernal, o único

Por Ronaldo Franco (*)

Bernal não pode ser chamado de BERNAL PRIMEIRO, mas de BERNAL O ÚNICO. EXPLICO. Bernal não é apenas ‘único’ no quesito cassação.

Ele é ‘único’ em muitas outras coisas. Poderíamos dizer que sua cassação se deu UNICAMENTE em face de ter sido o único prefeito de Campo Grande a não pertencer às elites.

Que foi o único a vencer sem uma aliança e com chapa pura. Que foi o único Prefeito de Campo Grande que o TCE tenha barrado licitações, interpretando, finalmente, de forma correta a diferença entre suplementação e remanejamento orçamentário.

O único Prefeito de Campo Grande que teve seu patrimônio investigado pelo MPE. Todavia esta tese conspiratória não é suficiente para explicar a sua cassação.

Há mais coisas em que Bernal é único. Essas sim foram determinantes para sua cassação. Vejamos:

a) Único prefeito (precisando ampliar sua base na câmara) a deixar vacante a titularidade de uma secretaria (da juventude). Gilmar Olarte agradece.

b) Único prefeito que mesmo sob a ameaça de cassação e sem número para barrar esta cassação nomeia sua advogada como nova secretária da Mulher, esquecendo-se de ampliar sua base. Secretária nem suplente votaram ontem.

c) Único prefeito que mesmo tendo uma base de 9 vereadores teve apenas 6 votos. Feito inédito.

d) Único prefeito que em pleno embate com Câmara isola seu vice, deixando-o livre para se articular com a oposição.

e) Único Prefeito que mesmo tendo 3 liminares suspendendo o processo de cassação não aproveitou o tempo para construir sua maioria necessária na Câmara.

f) Único Prefeito a conseguir do Vice Presidente do TJ/MS, num prazo de 30 dias, duas decisões absolutamente díspares e únicas:

Suspensão da sessão da câmara para cassação de seu mandato e o bloqueio das contas da Prefeitura.

g) Único Prefeito a brigar ao mesmo tempo com:

A Câmara, a imprensa, os aliados do 2º turno, os partidos da oposição, o MPE, o TCE, o seu próprio Secretário de Planejamento, o governador.

h) Único a conseguir brigar com o CHOCOLATE, até então o seu principal JARBAS.

I) O Único Prefeito que acredita no FACEBOOK mais que o próprio dono do FACEBOOK.

j) Único prefeito que acredita ser possível ser prefeito e radialista ao mesmo tempo.

l) Único prefeito que troca um suplente de vereador (Chadid) por um partido e sua bancada (PSDB).

m) Único Prefeito a anunciar o secretariado na data da posse.

n) Único Prefeito a dizer que comprou uniformes escolares em 2014, sem os entregar e nem dizer de quem os comprou e ainda achar isto ‘normal’.

Há mais coisas únicas em Bernal. Único a ter como única grande obra o seu slogan: AS PESSOAS EM PRIMEIRO LUGAR.

O único a ter que decidir pessoalmente sobre a nomeação de todo e qualquer assessor. O único a demitir as esposas dos vereadores Chocolate e João Rocha e ainda assim acreditar (sabe Deus de onde) que teria seus votos.

O único a ir numa sessão de cassação e brigar com um vereador em plena sessão. O único a desapropriar um prédio (CNEC) para ‘sabe Deus o que?’ enquanto a Câmara se encontra sob risco de despejo.

O único a contratar verbalmente um presidente da OAB/MS e dizer que não assinou o contrato e ainda assim o contratado prestar os serviços. O único a contratar um Procurador Municipal impedido de ser Procurador.

O único a decidir demandas depois de sofrer todos os desgastes possíveis (mesmo podendo ter resolvido antes e sem desgastes), como no caso das nomeações da guarda municipal, reajuste e chamada do concurso dos professores.

O único Prefeito que já foi vereador e finge não saber como funciona o jogo político no legislativo de Campo Grande. Tudo ocorreu porque Bernal se julga o Único honesto, o Único sério e o Único republicano em Campo Grande.

Gilmar Olarte tem em BERNAL um grande exemplo a não ser seguido.

(*) Ronaldo de Souza Franco é advogado.

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions