A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Fevereiro de 2017

05/04/2015 10:00

Da admissão ao desligamento: a importância do RH

Por Alessandra Vieira Martins (*)

Em um mercado cada vez mais competitivo, onde os consumidores querem preços diferenciados, qualidade e variedade, o item que mais pesa no comportamento dos consumidores é o atendimento.

Atendimento personalizado é o que o consumidor busca quando vai escolher onde comprar um produto ou contratar um serviço. A gestão de pessoas tem ligação direta com esse cenário e é responsável por desenvolver em sua equipe o diferencial que o consumidor deseja.

Sabendo disso, as empresas investem cada vez mais no desenvolvimento dos colaboradores, afinal, elas podem ter o melhor produto ou serviço, preço atrativo e qualidade, mas se não tiverem pessoas comprometidas com a entrega, a organização sofrerá o impacto do mau atendimento mais cedo ou mais tarde.

Além de desenvolver os colaboradores que já fazem parte da equipe, é importante ser estratégico nas admissões. Contratar profissionais que agreguem valor ao negócio e à equipe se faz cada vez mais essencial. Por isso, o responsável por selecionar e analisar os candidatos deve estar cada vez mais atendo a uma série de etapas a serem seguidas.

A fim de obter sucesso nas contratações é preciso criar uma estratégia específica para executar o processo e estabelecer critérios de seleção baseados na cultura organizacional e valores da empresa. Aplicação de testes, entrevista bem elaborada, análise do perfil comportamental, linguagem corporal e expressão verbal fazem parte de um processo completo de seleção.

As necessidades e exigências de cada cargo devem ser analisadas com cuidado, pois a escolha do profissional melhor preparado está diretamente ligada aos interesses da organização e representa lucro e economia para a empresa. Todo esse cuidado irá influenciar na lucratividade e sustentabilidade da empresa.

Os resultados de uma seleção bem feita e contratações assertivas também poderão ser sentidos na diminuição do turnover (índice de substituição de profissionais) e absenteísmo. O processo de seleção é parte importantíssima da gestão eficiente de pessoas, pois auxilia o RH a manter funcionários motivados, produtivos e gerando resultados.

Tão importante quanto um bom processo de admissão é ter uma estratégia bem definida para o desligamento de funcionários. Esse é um processo delicado que necessita equilíbrio e maturidade na sua execução. É importante realizar um planejamento com todos os detalhes para que aconteça da melhor maneira possível.

Avaliar periodicamente e individualmente o desempenho dos funcionários é o “meio” desse trajeto entre a admissão e o desligamento. O processo deve ser adequado para que nem o funcionário nem a empresa saiam prejudicados. Sobretudo para evitar constrangimentos.

O colaborador também precisa ser ouvido no momento da demissão. Por isso é importante a realização de uma entrevista de desligamento. Nesse momento o funcionário tem a oportunidade de expressar sua opinião a respeito da empresa, seus gestores e processos.

Essa ferramenta é importante para a empresa analisar seus pontos de melhoria e tomar ações importantes para alcançar melhores resultados na gestão dos funcionários.

Igualmente importante é o feedback para esse colaborador que deve também analisar as razões que motivaram o desligamento e se preparar para a próxima oportunidade. Em todas as etapas, o bom trabalho do gestor de recursos humanos faz a diferença.

(*) Alessandra Vieira Martins é gestora de recursos humanos e gerente comercial na Perfil Humano RH, empresa especializada em recrutamento e seleção.

Reforma da Previdência: aprofundando o deserto na vida dos trabalhadores
O cinema enquanto “sétima arte” muitas vezes busca retratar realidades cotidianas na telona. Não foi diferente o filme “Eu, Daniel Blake”, ganhador d...
O dilema das prisões brasileiras
No último mês de janeiro assistimos, estarrecidos, às rebeliões nos presídios de Manaus, Boa Vista e Natal. As cenas de corpos sem cabeças chocaram a...
Desglobalização seletiva
Para muitos analistas, a desglobalização significa a tendência das nações se fecharem para o comércio internacional. Neste movimento estão incluídos ...
Terça-feira de carnaval não é feriado
Bem ao contrário do que a maioria pensa, a terça-feira de carnaval não é considerada oficialmente feriado nacional. O mesmo ocorre com a quarta-feira...



É UMA PENA QUE O RH NÃO REFLITA A COMPETÊNCIA COM A REALIDADE, CANDIDATOS APESAR DE TANTA BOBAGENS DE RECRUTAMENTO COMO DINÂMICAS INÚTEIS, ENTREVISTAS SEM FIM QUE NÃO DESCOBREM REALMENTE COMO O CANDIDATO REAGE NO DIA A DIA EM QUE O CLIENTE NÃO SEGUE UM PADRÃO. É CONSTANTE VERMOS MAL ATENDIMENTO EM EMPRESAS QUE GASTARAM FORTUNAS COM RH E EMPRESAS DE CONSULTORIAS QUE NAO SABEM REALMENTE NADA DE SITUAÇÕES E CAPACIDADE HUMANA E PROFISSIONAL. ENTAO É DE CHORAR COM O PESSIMO ATENDIMENTO. CADE A EFICIENCIA DO RH NESSAS ENORMES CORPORAÇÕES? escolhem analisam e oferecem salario miserável ao funcionario. como exigir excelencia?
 
LUCIANO MARQUES em 05/04/2015 10:48:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions