A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/01/2012 07:00

Desde José Antônio Pereira

Jogo Aberto

Disputado

Foi um movimento só o gabinete do governador André Puccinelli ontem, primeiro dia de trabalho dele após as férias. A correria foi tanta que não sobrou tempo para atender o presidente da Assembleia Legislativa pela manhã. Jerson Domingos foi à Governadoria, mas saiu rápido, com a promessa de ser recebido mais tarde, o que se confirmou.

Mal estar

Um dia após ser eleita a Miss Plus Size do Brasil, ou a gordinha mais bonita do País, a candidata de Mato Grosso do Sul, Bárbara Monteiro, foi parar no hospital. O motivo não foi esclarecido, mas dizem os fofoqueiros que teve relação com a falta de alimentação para estar "bem" no concurso. Não deixa de ser um contrasenso em se tratando do tipo de beleza exaltada, justamente das mulheres que não passam fome.

Violência da fronteira no BBB

O representante de Mato Grosso do Sul no Big Brother Brasil, o médico veterinário Fael, tem deixado os participantes espantados com as histórias da fronteira contada no programa. Por diversas vezes o morador de Aral Moreira relatou casos de violência que presenciou, como brigas com faca e tiro. Em uma das ocasiões, Fael lembrou que o ator Eri Jonson tirou onda dele, dizendo que é feio. O representante do Estado no BBB disse que se fosse em Aral Moreira era caso de morte da família inteira.

Favorito

Fael, aliás, disputa hoje o seu primeiro paredão no programa, com a participante Mayara. Se depender dos resultados das enquetes na internet, ele segue tranquilamente no BBB12 e pode, inclusive, sair fortalecido.

Convidado ilustre

Basta conseguir um mandato para encher de pessoas em volta. Os convites para diversos eventos chovem e os políticos não têm como atender a todos. As festas são de todos os tipos, mas as prediletas são de casamento. O deputado federal Edson Giroto é um dos que frequentemente é convidado para festa do tipo, inclusive como padrinho. Durante evento público outro dia, foi cobrado pela ausência em um casamento. Justificou, alegando que levou a família para comer na Feira Central. “Preciso dar uma atenção para a família”, explicou.

Dedo-duro

Ontem, em outra solenidade, de lançamento de obras de casas populares nas Moreninhas, Giroto foi personagem de outra saia justa. Uma mulher subiu ao pouco de autoridades e cochichou alguns minutos no ouvido do deputado federal. Não foi possível identificar o motivo da conversa no pé do ouvido, mas o endereço da reclamação era o presidente da Emha, Paulo Matos, para quem ela apontada o tempo todo.

Memorex

Para o representante do grupo Santa Paula, que doou a casa a ser sorteada entre os contribuintes em dia com o IPTU, a participação no mesmo evento da Prefeitura resultou em constrangimento. Convidado a falar sobre os projetos da empresa para a cidade, ele disse não se lembrar no momento.

Maria errada

Para o cantor Gilson, da dupla com Júnior, o problema não foi a perda de memória momentânea, mas a confusão de nomes, durante show na praça Belmar Figalgo, no domingo. Ao fazer uma brincadeira com as mulheres, disse que iria esquecer a lei “Maria Quitéria”, querendo fazer alusão à lei Maria da Penha. Maria Quitéria, diga-se de passagem, é uma personagem popular em Campo Grande, interpretada pelo ator Arce Correia.

Aula de história

Na solenidade de lançamento de casas populares nesta segunda-feira, o deputado federal Luiz Henrique Mandetta defendeu as ações da Prefeitura para combater as inundações. Além disso, disse que o campo-grandense não tem medo da chuva. A prova disso, afirmou Mandetta, é que o fundador da cidade, José Antônio Pereira, escolheu justamente a confluência dos córregos Prosa e Segredo para se instalar. Na mesma fala, o deputado lembrou que, depois de muitas chuvas, José Antônio deixou a região, e foi morar na casa onde hoje existe o museu que leva o nome dele.

Nova carreira

Depois de se aposentar, no ano passado, o juiz José Berlange, que durante anos atuou em Terenos, deve ser o candidato do PSB à Prefeitura da cidade este ano. O magistrado ficou conhecido por atuar até em assentamento e também por decisões polêmicos, como da vez em que concedeu prisão domiciliar a um rapaz, a quem permitiu usar o próprio celular para contato com a família. Após a aposentadoria do magistrado, no ano passado, a comarca passou por uma correição e foi identificada uma série de problemas, incluindo processos parados mais tempo do que o necessário, só à espera de sentença.

Tal e qual

Chamou a atenção a semelhança da roupa usada pelo prefeito Nelson Trad Filho e o vice-prefeito Edil Albuquerque no lançamento de obras nas Moreninhas. Ambos estavam com uma camisa pólo cinza de listras brancas que só não era igual na marca, à vista na camisa de um e escondida na de outro.

Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja reforçou o discurso de que, ...
Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions