A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

19/09/2013 17:25

Dia da Árvore: um futuro mais verde para o Brasil

Por Malena Damasceno

Celebrado em 21 de setembro, o Dia da Árvore procura conscientizar as pessoas sobre a importância da natureza e de sua preservação. Nesse contexto, é importante lembrarmos que 61,5% do território brasileiro ainda é coberto por florestas, segundos dados do Ministério do Meio Ambiente. E mais que isso: em um cenário global, nosso país possui 28,3% das florestas do planeta, conforme estudo feito pela Embrapa Monitoramento por Satélite. Esses números nos fazem notar que o Brasil atravessa um momento positivo quando o assunto é a preservação dos biomas naturais e, por conta disso, é importante utilizarmos esta data para discutir o tema e salientar a importância do “verde” em nossas vidas.

Recentemente, o secretário nacional de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental, Carlos Klink, anunciou que o Brasil deve atingir a meta de reduzir o desmatamento em 84%, chegando a um patamar inferior a 4 mil quilômetros por ano antes de 2020, data estabelecida na Conferência do Clima de Copenhague, em 2009.

Mesmo diante desse cenário animador, é fundamental que a preocupação seja mantida e, para isso, uma pergunta deve ser feita constantemente: quais as medidas que estão sendo praticadas e que ajuda a preservar o meio ambiente? Bem, no setor privado, uma das formas encontradas para contribuir com o país na luta contra o desmatamento é mostrar à população que a árvore em pé tem mais valor do que deitada, pois, quando preservada, transforma-se em uma perpétua fonte de renda.

Para que essa conscientização se torne possível, empresas nacionais que atuam em diferentes segmentos, como o de cosméticos e alimentos, decidiram investir em parcerias com comunidades da região amazônica em prol do desenvolvimento sustentável. Em um trabalho conjunto, com treinamentos e capacitações, elas ensinam que é possível extrair frutos e sementes sem agredir o meio ambiente e ainda oferecer ao mercado ativos naturais com propriedades hidratantes, nutritivas e antioxidantes.

Vale ressaltar que essa é uma das iniciativas realizadas para combater o desmatamento e que o primeiro passo é enxergar que qualquer espécie viva depende das árvores para garantir a sua sobrevivência. Ter “consciência verde” é muito mais que plantar uma muda, é respeitar o meio ambiente, investir no desenvolvimento social e na obtenção de lucro consciente. Essa é a base do tripé da sustentabilidade.

(*) Malena Damasceno é Gerente de Biodiversidade da Beraca, empresa líder mundial no fornecimento de ingredientes provenientes da biodiversidade brasileira. Formada em Engenharia Agronômica pela Faculdade de Ciências Agrárias do Pará, atual Universidade Federal Rural da Amazônia, especializou-se em Gestão de Agronegócio e em Gestão Sustentável de Recursos Naturais e Oportunidades de Comercialização para comunidades Rurais na Amazônia, na Universidade do Estado do Pará e na Universidade Federal do Pará.

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions