A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Novembro de 2017

24/05/2011 06:03

Geração de oportunidades perdidas

Por Luiz Gonzaga Bertelli (*)

A empregabilidade dos jovens em todo o mundo está muito comprometida. O sinal de alerta foi dado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) ao divulgar, em meados do ano passado, o número recorde de quase 81 milhões de desempregados com idades entre 15 e 24 anos – um contingente duas vezes superior à população total da Argentina.

A novidade, entretanto, é que a situação dos países desenvolvidos está muito mais complicada do que a de nações subdesenvolvidas ou em desenvolvimento. Enquanto o índice de jovens desempregados dos primeiros aumentou 34,1% entre 2008 e 2009, na América Latina o índice cresceu 11,4%.

A gravidade da crise levou a OIT a prever o surgimento de “uma geração perdida, constituída de jovens que abandonaram o mercado de trabalho e perderam as esperanças de poder trabalhar e ganhar a vida decentemente”, conforme atesta relatório divulgado em 2010.

Entretanto, apesar do aparente clima de estabilidade abaixo do da linha do equador, no Brasil os jovens continuam a liderar o ranking de pessoas com maior dificuldade de entrar no mercado de trabalho. Uma das razões – que não é nova, pois foi detectada há décadas – é a falta de integração entre o mundo acadêmico e o mundo do trabalho.

Esse descolamento gera um cenário pernicioso que impede o pleno aproveitamento da expansão do mercado de trabalho: cresce aos milhares a oferta de vagas, mas elas permanecem em aberto diante a crônica carência de profissionais capacitados para enfrentar os desafios da economia moderna.

O tamanho do problema? Pesquisa realizada pela consultoria PricewaterhouseCoopers revelou que 63% dos presidentes de empresas no Brasil temem um apagão de mão de obra. Portanto, mais do que nunca, o País precisa institucionalizar práticas de inclusão profissional de jovens, com destaque para o estágio de estudantes, e empenhar-se com mais vigor para fazer valer leis como as da aprendizagem e as das cotas de pessoas com deficiência.

Outra vertente da solução é o estímulo ao ensino profissionalizante – solução já ensaiada pelo Brasil e que está sendo colocada em prática pela China, interessada em manter seus espetaculares índices de crescimento da produção. No Brasil, a necessidade de ação é premente e o preço da omissão será a concretização das previsões da OIT: uma geração de oportunidades perdidas.

(*) Luiz Gonzaga Bertelli é presidente executivo do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), da Academia Paulista de História (APH) e diretor da Fiesp.

Qual é a diferença entre preço e valor?
Existe uma grande confusão entre os significados de valor e preço. São duas coisas completamente distintas no mundo das negociações. Quando se fala e...
"Bruxaria e Ciência"
Anteriormente ao período conhecido como Renascimento na Europa, particularmente antes das contribuições de pensadores como Copérnico (1473-1543), Gal...
O artista plástico Frans Krajcberg
O artista plástico Frans Krajcberg , falecido no Rio de Janeiro, em 15/11/2017, é uma perda para o mundo das artes visuais e para todos aqueles que d...
O mundo virtual é tão perigoso quanto o real
Brasileiro adora novidade, estamos entre os países que adotam mais rapidamente novas tendências, principalmente tecnológicas. Se por algum tempo houv...


INFELIZMENTE PARA OS JOVENS DE HOJE AS OPORTUNIDADES DE EMPREGOS ESTÃO CADA VEZ MAIS RARAS COM PROFESSORES MAL REMUNERADOS E DESMOTIVADOS PROFISSIONALMENTE , E MUITO JOVENS SEM FALTA DE INTERESSE VIVEMOS EM UM MUNDO CADA VEZ MAIS GLOBALIZADO E A TENDENCIA É A MODERNIDADE AVANÇAR CADA VEZ MAIS , POR ESSE MOTIVO NOSSOS GOVERNANTES DEVERIAM INVESTIR PESSADO NA EDUCAÇÃO ,OFERECENDO CURSOS DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL EM AREAS QUE O MERCADO DE TRABALHO ESTA BUSCANDO MÃO DE OBRA E NÃO ACHA , E CABE AS EMPRESAS OFERECEREM A SEUS FUNCIONARIOS EM CONUM ACORDO A POSSIBILIDADES DE CRESCIMENTO PROFISSINAL NA SUA AREA DE ATUAÇÃO POIS AS MESMAS EMPRESAS QUE SE QUEIXAM DE FALTA DE MÃO DE OBRA QUALIFICADA INCENTIVAREM SEUS FUNCIONARIOS OFERECENDO TAIS OPORTUNIDADES .
 
EDSON PEREIRA em 24/05/2011 05:29:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions