A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

24/05/2019 06:41

Muito mais que eventos, o cliente quer experiências inesquecíveis

Por Beatriz Oliveira (*)

Se você der uma pequena "zapeada" na internet, com certeza encontrará inúmeras matérias que falam sobre experiência do cliente e como ela tem se tornado essencial para o sucesso de um negócio. Essa palavrinha simples ganha cada vez mais força em todos os setores da economia: varejo, e-commerce, serviços, recursos humanos etc..

Claro que a área de eventos não poderia ficar de fora dessa forte tendência. Quando falamos do setor, é preciso que os creators (como são chamados os organizadores de eventos) parem de pensar de forma quadrada e entendam que os participantes de um show, festival (ou qualquer outro formato) não querem mais apenas "um ingresso", mas sim procuram por uma experiência que proporcionem memórias marcantes.

O Réveillon é um dos melhores exemplos para ilustrar como o comportamento do público tem mudado, o que antes era apenas uma festa de final de ano, geralmente simples e, algumas vezes até estressante com filas e desorganização, se transformou em uma série de experiências de turismo e ativações para marcas.

Em nossa plataforma conseguimos notar as mudanças nos últimos anos. A procura pelos destinos de Réveillon não se dá mais apenas pelo local, mas principalmente pelo conjunto que é oferecido pelos creators, e com bastante antecedência, em março já vemos a busca crescente por eventos como este. Além disso, é comum ter eventos dentro de eventos, os chamados eventos satélites com ativações diversas que geram entretenimento e agregam valor ao pacote da festa.

Portanto, quando falamos do ecossistema de eventos, é preciso que os organizadores pensem em todos os pontos de contato com os participantes e público-alvo, desde a compra, entrada, estacionamento, reembolso e, claro, o pós-evento (tão importante quanto o durante, para quem quer fidelizar o cliente para as próximas ativações, e voltem).

Os creators andam tão preocupados com as experiências que seus participantes viverão (ou não) nos shows, festas e afins, que já criaram apps em que eles podem fotografar alguma irregularidade e postar para que se resolva o problema na hora ou até que seja feito o reembolso do participante.

Lembre-se: o cliente está de olho em todos os detalhes e se você quer um evento de sucesso e fidelização, é melhor usar a tecnologia a seu favor e ouvi-lo com atenção.

(*) Beatriz Oliveira é profissional de marketing com mais de 15 anos de experiência, focada na geração de demanda, inbound marketing, prosicionamento de marca e conscientização, Beatriz Oliveira é atual Heal de Marketing da Eventbrite Brasil, maior plataforma de tecnologia para eventos e venda de ingressos do mundo.

Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
Sem comunicação não há evolução
Os líderes do agronegócio hoje concordam que precisamos dialogar muito mais com a sociedade urbana, pois sem isso não teremos aderência nas necessida...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions