A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Junho de 2017

16/06/2011 06:03

O desafio de ser estagiário, por Soeli de Oliveira

Por Soeli de Oliveira (*)

Com muita freqüência os estagiários são vítimas de assédio moral. Como o desejo de serem efetivados no emprego fala mais alto do que o desejo de vingança via indenização judicial, ficam ali sofrendo calados; mais por ignorância do que por necessidade. São constantes os pedidos de ajuda, por isto resolvi universalizar o meu conselho aos adolescentes estagiários que estão pedindo socorro.

Todos nós vivemos momentos de insegurança, isto pode ser mais intenso na adolescência. Não se leve tão a sério e tão pouco leve a sério as piadas de mau gosto dos colegas. Ao dar excessiva importância ao que eles dizem, mais eles "pegarão no seu pé".

Lembre-se que não existe sentimento de superioridade, somente o de inferioridade. Quando alguém tenta ser superior aos outros, isso é uma clara evidência de que esta pessoa abriga sentimentos de inferioridade não resolvidos.

Não temos controle sobre o que os outros pensam, e sim sobre o que nós pensamos. Lembre-se sempre: pensamentos geram sentimentos, que geram comportamentos. Desconfie de que os outros podem ter problemas, não somente você. Substitua os pensamentos negativos por positivos. Repita coisas positivas. Confie mais em si mesmo. Leia livros de auto-ajuda. Leia a Bíblia, o livro mais lido do mundo, principalmente o Evangelho de São João no Novo Testamento e os livros de Salmos e Eclesiastes do Velho Testamento.

Se tiveres oportunidade, também leia o livro de Og Mandino – O Maior Vendedor do Mundo. Leia repetidamente cada um dos seus pergaminhos três vezes por dia, conforme o autor recomenda. Na vida, só funciona para nós aquilo em que acreditamos.

Quando possível, leia o livro de Dale Carnegie – Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas. Se puder investir um pouco mais, faça o curso de Liderança e Fala Eficaz realizado por franqueados do autor, se houver em sua região.

Faça parte de grupos de música, teatro ou dança conforme as suas inclinações. Realize cursos rápidos de desinibição e oratória assim que tiver oportunidade. Os mesmos são realizados normalmente pelas associações comerciais, centro de diretores lojistas e sindicatos.

Ninguém nasceu sabendo. Procure fazer o que é certo. Seja comprometido. Sorria mais. Elogie sinceramente as pessoas. Ande de cabeça e ombros erguidos. Procure olhar nos olhos quando falar ou cumprimentar as pessoas. Tenha um aperto de mão firme. Grave e chame as pessoas pelo nome. Mostre interesse pelas coisas delas e por elas. Pergunte mais do que fala, pois "pessoa interessante é pessoa interessada". Lembre-se que quem domina uma conversa é quem pergunta.

Peça ao seu líder ou responsável pelo departamento um retorno de como está se saindo no trabalho e o que pode fazer para melhorar. Ou para ser mais útil para o setor, equipe ou empresa. Raramente alguém faz isso! Com certeza esta atitude será valorizada.

"Caminhe a segunda milha", ajude sempre que possível os colegas ou quem estiver precisando de ajuda. Se possível não saia do trabalho no final do expediente sem antes perguntar para o responsável imediato ou colegas com quem se relaciona funcionalmente, se precisam de mais alguma coisa ou ajuda. Torne-se útil, que com certeza irão querer ter você por perto e promoverão a sua permanência na empresa.

Se mesmo assim não fores efetivado, não fique triste; pois se não souberem reconhecer o seu comprometimento, empenho e boa vontade, com certeza esta empresa não é um bom lugar para se trabalhar. Tenha fé, bata a poeira e vá em frente em busca de outras oportunidades, e podes ter certeza que muitas portas se abrirão para você.

(*)Soeli de Oliveira é consultora e palestrante das áreas de marketing, varejo, atendimento e motivação do Instituto Tecnológico de Negócios, e-mail: soeli@sinos.net

Como empresários e autônomos garantirão futuro com as mudanças previdenciárias
Ter condições de se aposentar se tornou algo mais complicado no Brasil. As reformas propostas, a condição econômica em que o país se encontra, tudo i...
República da delação
O Brasil está se transformando na República da Delação. Os delatores são considerados salvadores da Pátria. Recebem homenagem de tribunais e de casas...
Cidadãos globais ou do cosmos
Vivemos na época do abuso do poder por homens que se julgam acima de tudo e de todos, impondo sua vontade de forma tirânica. Não querem assumir a res...
Lembranças e esquecimento
xcertos de cartas preteridas por outros veículos de comunicação refletem o que se pretendeu opinar, discutir e comentar. No âmbito cultural e em rela...



Parabéns Soeli de Oliveira, sou acadêmico de Direito e estagiário, e é dessa forma narrada com que somos tratados, mais os donos de escritórios e empresas públicas esquecem de que quem move os processos e da andamento aos feitos somos nós, merecemos ser visto com bons olhos, não é pedir de mais, só queremos um salário justo e digno juntando a prática com a experiência que recebemos de onde trabalhamos, inclusive escrevi um artigo sobre isso se caso tenha interesse de ler estarei lhe enviando.
Certo da atenção:
GiovaniCarra
 
Giovani Carra em 16/06/2011 11:10:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions