A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

14/08/2013 09:10

O mercado de trabalho não é a mamãe

Por Christian Barbosa (*)

Os negócios mudam, empresas crescem, outras surgem e algumas são engolidas pela concorrência do mercado. Porém, você já se questionou o que realmente tem atrapalhado o seu campo de negócios? Muitas vezes precisamos pensar em como estamos e devemos atuar, manter o foco em nossas atitudes como colaboradores, líderes e empresários para conseguir transformar o nosso mundo e alavancar nossa carreira e empresa.

Uma história que pode ser usada como inspiração é a de Andrew Carnegie, que começou como mensageiro de uma empresa de telégrafos e se tornou o maior empresário do aço dos EUA. No início, seu foco era totalmente voltado ao aço para as ferrovias, um grande negócio para a época. Porém, o que ele não esperava era uma mudança no mercado, que fez seu negócio começar a enfraquecer bruscamente.

Diante da crise, qual seria a situação mais provável: ver Carnegie sentar, olhar pela janela e escrever uma carta para as ferrovias, o Presidente e a imprensa, dizendo que outros grupos estavam vendendo ferro também? Não. Ele parou e procurou novos mercados, dedicou tempo para aprimorar a produção e começou a apostar em um novo modelo: aço para construção civil, que ainda nem existia na época. Esse negócio foi ainda maior do que o anterior.

Portanto, para ter o mercado sob controle, é necessário entender algumas coisas:

O mercado não é sua mãe, não é seu amigo ou seu cachorro que sempre vai abanar o rabinho para você. O mercado é uma força de oportunidades para todos. Alguns agarram, outros simplesmente deixam a coisa passar. Não se pergunte o motivo de seu concorrente “roubar” seu cliente, pergunte o que você deixou de fazer para perdê-lo.

Tempo é a chave nessa questão. As pessoas dentro da empresa estão tão cheias de coisas urgentes para fazer, coisas operacionais, coisas sem importância ou que não ajudam a empresa a evoluir, que não conseguem enxergar que as oportunidades do mercado estão sendo pescadas por pescadores mais preparados, mais equipados e, certamente, com mais recursos de tempo.

Chorar ou inovar é uma escolha sua. Seu emprego está chato, não te motiva e você sabe que pode fazer mais? Por que não conversar com seu líder e achar formas de melhorar? Que tal dar uma nova chance e achar um sentido no dia a dia? Por que não procurar outras oportunidades? Por que não desenvolver sua carreira e procurar novos ares? São tantas opções que podemos escolher para fazer diferente.

Hoje é o dia perfeito. Hoje é o dia em que você levanta a cabeça, olha o horizonte, analisa sua posição atual, procura alternativas e toma a atitude de ser melhor. Hoje é o dia que você deixa de lamentar e aceita sua responsabilidade nos resultados.

(*) Christian Barbosa - Maior especialista no Brasil em administração de tempo e produtividade, é CEO da Triad PS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo. Ministra treinamentos e palestras para as maiores empresas do país e da Fortune 100. Autor dos livros A Tríade do Tempo; Você, Dona do Seu Tempo; e Estou em Reunião; e co-autor do Mais Tempo, Mais Dinheiro. Sua mais nova obra: Equilíbrio e resultado – Por que as pessoas não fazem o que deveriam fazer?
www.triadps.com.br e www.maistempo.com.br

A bolha da saúde brasileira está prestes a explodir
A crise econômica e o crescente índice de desemprego da população brasileira refletiram diretamente no setor da saúde. Recente estudo revelou que mai...
Marchinhas do coração
Sei que existem as marchinhas preferidas do coração. São as do passado ou do presente, mas não é delas que quero falar, e, sim, do sofrido coração br...
Reforma da Previdência: aprofundando o deserto na vida dos trabalhadores
O cinema enquanto “sétima arte” muitas vezes busca retratar realidades cotidianas na telona. Não foi diferente o filme “Eu, Daniel Blake”, ganhador d...
O dilema das prisões brasileiras
No último mês de janeiro assistimos, estarrecidos, às rebeliões nos presídios de Manaus, Boa Vista e Natal. As cenas de corpos sem cabeças chocaram a...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions