A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

27/03/2016 09:35

O que você tem ensinado ao seu filho sobre a Páscoa?

José Carlos Pereira (*)

Não se pode passar por uma data tão importante como a Páscoa sem ligá-la à vida das pessoas. Não se trata de mais um feriado ou recesso escolar, é a memória do Cristo Ressuscitado. E esta vida não é uma realidade qualquer, está ligada diretamente ao sentido pascal de passagem, mudança e sentido.

A Páscoa é a data mais importante do calendário cristão, onde se celebra a Ressurreição de Jesus. Nesta época aparecem como símbolos o coelho, o ovo, o chocolate, mas não se pode ficar apenas nisso, é necessário aprofundar, buscar seu autêntico significado.

Diante disso, surgem as questões: O que os pais educadores têm ensinado aos filhos sobre a Páscoa? Compram os ovos, dão-se presentes, chocolates e guloseimas, mas dialogam com as crianças sobre o verdadeiro sentido da Páscoa? A quem pretendem-se servir neste tempo, ao consumismo? Está se conseguindo ir além dos símbolos?

Por que ovo e coelho? Esses símbolos não têm relação um com o outro. O coelho não põe ovos. A fêmea do coelho tem várias gestações no ano e traz muitos coelhinhos por ninhada, por isso este é considerado um símbolo de fertilidade. O ovo representa nascimento, começo da vida. Sendo assim, estes símbolos têm tudo a ver com a Páscoa, pois são vida nova em abundância.

Educar as crianças para a vida é missão de pais conscientes, responsáveis e comprometidos com Cristo, sua paixão, morte e ressurreição. Falar de Páscoa neste contexto singular da história é muito importante. As crianças precisam entender e vivenciar o que significa vida nova.

Cristo ressuscitado é luz para os povos e os cristãos devem ser luzes para a sociedade, cuidarem da “Casa Comum”, como lembra a Campanha da Fraternidade. As crianças precisam aprender que as trevas são as mentiras, a corrupção, o ódio, a guerra, a injustiça, a ganância. Cometemos “pecados”, ou seja, ações que nos afastam do amor misericordioso de Deus. Mas Cristo acabou com o pecado e mostrou à humanidade, por meio do amor, como se constrói uma vida feliz.

Celebrar a Páscoa é acreditar na luz que traz paz, justiça, esperança, lealdade, simplicidade, modéstia, humildade e amor. Ou seja, uma vida nova que dá sentido e gosto às pessoas. As trevas desejam vencer a luz, mas Cristo nos mostra que a vida e a luz são mais fortes que a morte.

Como pais e educadores cristãos, precisamos propagar esta mensagem de vida e esperança às nossas crianças. Deixemo-nos surpreender por Deus. Confiantes no amor de Jesus, vamos ensinar aos filhos que a Páscoa hoje tem sentido quando, com pequenas atitudes concretas diárias, conseguimos produzir vida aos outros colegas. Que a luz de Jesus Ressuscitado possa ser vivenciada pelas nossas famílias, iluminando a existência e fortalecendo-as na passagem da morte para a vida plena.

José Carlos Pereira é diretor geral do Colégio Marista Criciúma, do Grupo Marista.

Muito, pouco
No dia 3 de maio de 2016, foi promulgado o Decreto nº 8.737, que institui o Programa de Prorrogação da Licença-Paternidade para os servidores público...
A bolha da saúde brasileira está prestes a explodir
A crise econômica e o crescente índice de desemprego da população brasileira refletiram diretamente no setor da saúde. Recente estudo revelou que mai...
Marchinhas do coração
Sei que existem as marchinhas preferidas do coração. São as do passado ou do presente, mas não é delas que quero falar, e, sim, do sofrido coração br...
Reforma da Previdência: aprofundando o deserto na vida dos trabalhadores
O cinema enquanto “sétima arte” muitas vezes busca retratar realidades cotidianas na telona. Não foi diferente o filme “Eu, Daniel Blake”, ganhador d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions