A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

15/08/2012 13:19

Sapere aude!

Por Heitor Freire (*)

O filósofo grego Pitágoras, que deu seu nome a uma ordem de pensadores, religiosos e cientistas, nasceu na ilha de Samos no ano de 582 a.C. A lenda conta que ele viajou bastante e teve contato com as ideias nativas do Egito, da Ásia Menor, da Índia e da China.

A parte mais importante de sua vida começou com a chegada dele a Crotona, uma colônia dórica do sul da Itália, então chamada Magna Grécia, por volta de 529 a.C., onde fundou uma escola mística e filosófica, sendo os principais temas a harmonia matemática, a doutrina dos números e o dualismo cósmico essencial.

Entre os grandes legados que Pitágoras deixou, destacam-se Os Versos de Ouro, que expressam com clareza em poucas palavras o compromisso de vida dos pitagóricos de todos os tempos. Sua mensagem será provavelmente tão válida dentro de 20 ou 25 séculos à frente como era na Grécia e na Roma antigas.

Por outro lado, durante a complexa transição presente para uma civilização planetária e democrática, os Versos apontam e sinalizam impecavelmente o caminho da auto-regeneração de cada indivíduo, que constitui a base fundamental para o renascimento coletivo da sabedoria.

Vejam estes versos:

31. Não faças nada que sejas incapaz de entender,

32. Mas aprende tudo o que for necessário aprender, e desse modo terás uma vida feliz.

Estes dois versos mostram que deve haver fidelidade entre o que se fala e o que se faz. É indispensável o sentimento de fidelidade. Daí que a fidelidade deve ser consciente e coerente. Mas não deve ser rígida, cega, imutável.

Os princípios da conduta pitagórica devem ser ponderados uma e outra vez, até que sejam absorvidos em cada um dos níveis de consciência e nas práticas da rotina diária do aprendiz.

Os caminhantes espirituais gradualmente se transformam, eles mesmos, na verdade universal, que é seu próprio tema de estudo e de contemplação. Quase toda ação causa efeitos contraditórios, alguns agradáveis, outros desagradáveis.

Há ações altruístas que implicam alto grau de sacrifício a curto ou médio prazo. Mas o saldo das ações deve ser positivo a longo prazo. E a decisão a respeito delas deve ser soberana.

41. Ao deitares, nunca deixes que o sono se aproxime dos teus olhos cansados, 42. Enquanto não examinares com a tua consciência mais elevada todas as tuas ações do dia.

O hábito da auto-reflexão previne alguns erros e corrige outros. Essa prática também prepara a revisão do passado que irá ocorrer na fase final da velhice, e mesmo no último minuto de nossa vida física.

De modo semelhante, em pequena escala, a revisão ao final de cada dia ajuda a definir o rumo e a qualidade de tudo o que irá ocorrer durante o sono e até o novo despertar. Graças à revisão pitagórica do final do dia, cada nova manhã pode trazer consigo uma vida mais livre do perigo de repetir os erros do passado, e mais aberta para o potencial ilimitado que cada ser humano tem sempre diante de si.

Sapere Aude! “Tem coragem para fazer uso da tua própria razão” (lema do Iluminismo). É o que falta para a humanidade.

Para os leitores que se interessarem pelo tema, Os Versos de Ouro estão disponíveis no Google, com comentários de diversos autores, como Fabre d’Olivet e José Laércio do Egito, demonstrando a sua aplicação na vida diária.

(*) Heitor Freire é corretor de imóveis e advogado.

heitorfreire@heitorfreire.com.br

Antônio Baiano – Um Gigante
Roseli Marla, minha cunhada querida, neste momento de profunda tristeza que todos estamos vivendo com a morte prematura do nosso querido Antônio Baia...
Projeto de lei pretende punir quem ocultar bens no divórcio
Quem milita na área do Direito de Família está, infelizmente, mais do que acostumado a se deparar com inúmeros expedientes para fraudar o direito à m...
Internet, Vínculos e Felicidade
A cada dia estamos passando mais tempo em celulares e computadores. Tanto que muitas vezes, quando maratonamos seriados, até a televisão pergunta: "t...
Origem espiritual da Profecia
Em minha obra Os mortos não morrem, transcrevo estudos abalizados e relatos interessantíssimos sobre a realidade da vida após o fenômeno chamado mort...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions