A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Março de 2019

20/02/2019 17:00

BR-163 volta a flagrar excessos com radares em 38 pontos, veja os trechos

Concessionária informou que equipamentos, que pertenciam ao Dnit e foram desligados em 2017, voltam a funcionar e emitir multas por excesso de velocidade

Humberto Marques
CCR ativou 13 radares em 2018 em diferentes municípios; agora, equipamentos herdados do Dnit serão religados. (Foto: Divulgação)CCR ativou 13 radares em 2018 em diferentes municípios; agora, equipamentos herdados do Dnit serão religados. (Foto: Divulgação)

A BR-163 voltará a ser monitorada por radares em mais 38 pontos ao longo de toda a sua extensão em Mato Grosso do Sul, de Mundo Novo a Sonora. O anúncio partiu da CCR MSVia, concessionária que administra o trecho da rodovia federal, ao informar que a fiscalização será iniciada à 0h de 28 de fevereiro.

Trata-se da segunda ativação de equipamentos em menos de um ano. Em março de 2018, 13 equipamentos foram reativados na rodovia, que passa a contar com fiscalização eletrônica em 51 pontos no total. Os equipamentos, conforme a concessionária, pertenciam ao Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), que administrava a rodovia federal antes da concessão, e foram desativados em 2017.

As avaliações das imagens de satélite e autuações caberão à PRF (Polícia Rodoviária Federal), que tem a jurisdição nas rodovias federais.

“As imagens captadas pelos radares serão repassadas diretamente à PRF, que se encarregará de analisar os registros e decidir sobre as autuações”, explicou Luiz Fernando De Donno, gestor de Atendimento da CCR MSVia, reforçando que o material fotografado ou filmado será criptografado, sendo que a Polícia Rodoviária Federal terá acesso exclusivo.

Da mesma forma, as multas que vierem a ser aplicadas serão recolhidas ao Tesouro Nacional, “sem qualquer participação da CCR MSVia, que está encarregada apenas da operação no sistema”.

Os equipamentos terão como principal objetivo verificar se condutores estão desobedecendo os limites de velocidade, estabelecidos a partir de estudos técnicos, resultando na redução de acidentes. Os 13 radares já instalados estão nos municípios de Mundo Novo (kms 26,6, 27,3 e 75,7), Itaquiraí (km 260,2), Dourados (kms 269,4 e 270,4), Nova Alvorada do Sul (kms 393,5 e 397), Campo Grande (kms 466,8, 475,6 e 480,6) e Rio Verde de Mato Grosso (kms 675,5 e 690,6).

Conforme a CCR, os radares a serem ativados estão nos municípios de Mundo Novo (kms 5, 17, 18, 26 e 27), Itaquiraí (km 75), Caarapó (km 219), Dourados (kms 253, 254, 255, 257, 258, 260, 265, 269 e 270), Rio Brilhante (kms 307, 308 e 343), Nova Alvorada do Sul (kms 393, 397, 413 e 419), Campo Grande (kms 420, 421, 466, 475, 480, 487, 491 e 493), Jaraguari (kms 526 e 527), Bandeirantes (kms 547, 548 e 575), São Gabriel do Oeste (kms 614, 615, 616, 617 e 649), Rio Verde de Mato Grosso (kms 675, 680, 681, 690, 725 e 727) e Coxim (kms 728, 730 e 767).

Relação de trechos da BR-163 que receberão equipamentos, conforme divulgado pela CCR; em negrito, radares já em operação. (Imagem: Divulgação)Relação de trechos da BR-163 que receberão equipamentos, conforme divulgado pela CCR; em negrito, radares já em operação. (Imagem: Divulgação)


Voutou a roubalheira. Colocar agentes para fiscalização nem pensar, mas colocar radar é mais facil né ? \este é um trabalha da PFR ou da PRE.
 
Jose Antonio Leal Batista em 21/02/2019 09:14:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions