A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

24/05/2018 18:39

CCR sinaliza trecho onde caminhoneiros fazem protesto no anel viário da Capital

Concessionária atendeu a pedido de manifestantes para dar mais segurança em trecho onde, há quatro dias, ocorre ato contra política de preços de combustíveis

Humberto Marques e Liniker Ribeiro
Refletor foi cedido a manifestantes para sinalizar local do protesto. (Fotos: Paulo Francis)Refletor foi cedido a manifestantes para sinalizar local do protesto. (Fotos: Paulo Francis)

A concessionária CCR MSVias vai sinalizar o trecho do anel viário de Campo Grande no qual caminhoneiros e simpatizantes realizam protesto contra a alta dos combustíveis. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (24), após reunião entre representantes da empresa e do movimento paradista. Os manifestantes esperam uma maior concentração de pessoas no local nesta noite e receberam mais donativos para garantir sua permanência naquele trecho da BR-163.

Além de um novilho e outros alimentos, um gerador elétrico com refletor foi cedido ao grupo, a fim de melhor iluminar o local. Contudo, preocupados com a segurança, representantes do movimento pediram à CCR providências a fim de evitar acidentes, segundo explicou a advogada Soraya Thronicke.

A concessionária se comprometeu a sinalizar o local do protesto com supercones, faixas zebradas e painéis móveis para alertar sobre a manifestação. Até então, o grupo vinha usando óleo queimado, estopa e pó de serra depositado em latas e incendiados para chamar a atenção de condutores. Os equipamentos de sinalização seriam entregues ainda nesta noite.

Aos caminhoneiros, a CCR solicitou que os manifestantes evitassem ficar no meio da vida durante o protesto, que chega ao fim de seu quarto dia em todo o Brasil sem um sinal de resposta à reivindicação das categorias –que contestam a política de reajuste de combustíveis da Petrobras, que tem resultado em reajustes constantes no preço dos combustíveis.

Latas com óleo, estopa e serragem em chamas são usadas para sinalizar local do protestoLatas com óleo, estopa e serragem em chamas são usadas para sinalizar local do protesto

Presidente da Cooperativa de Transporte do Pantanal –que atua em serviços de transporte de passageiros–, Vaustir Francisdo da Silva comemorou o apoio da CCR, o qual considerou ser necessário “só por mais uma noite”. O sindicalista se disse confiante na obtenção de uma vitória perante o governo federal nesta sexta-feira (25).

“Não tem como o governo federal não oferecer um acordo até amanhã”, opinou Vaustir, ao avaliar que a sexta-feira “será um caos” –por conta do desabastecimento de combustíveis e alimentos, que já começa a ser sentido nos postos e comércio do Estado. “Se comparado com o que foi hoje, (o desabastecimento) amanhã será muito maior”, avaliou.

Já o caminhoneiro Giuliano Rogério garante que os manifestantes têm disposição para continuar com o ato. “Vamos permanecer aqui e esse foi o meio que encontramos de sinalizar o local e garantir a segurança de todo mundo”, considerou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions