A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

05/04/2019 10:49

“Está quase certo”, anuncia Bolsonaro sobre fim do horário de verão

Última mudança de fuso foi mais curta do que nos anos anteriores: foi de 4 de novembro de 2018 a 16 de fevereiro

Anahi Zurutuza
Relógio da avenida Calógeras, em Campo Grande; nem sempre ele marca a hora certa (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)Relógio da avenida Calógeras, em Campo Grande; nem sempre ele marca a hora certa (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)

Em encontro com jornalistas no Palácio do Planalto na manhã desta sexta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a falar sobre o fim do horário de verão. O chefe do Executivo federal disse estar decidido, conforme o Estado de S. Paulo.

“A ideia nossa é que não tenha horário de verão neste ano. Está quase certo”, disse durante café-da-manhã, segundo o jornal O Globo.

Segundo o presidente, o Minas e Energia, Bento Albuquerque, está responsável por estudo sobre o impacto de acabar com a medida e o anúncio deve ser feito em breve, ainda de acordo com o que  divulgou o jornal O Globo.

O horário de verão é decretado todo ano pelo governo federal em alguns estados como forma de economizar energia, aproveitando mais a luz do sol. Mas, os últimos anos, a medida pouco tem surtido efeito.

A última mudança de fuso foi mais curta do que nos anos anteriores: foi de 4 de novembro de 2018 a 16 de fevereiro.

O horário de verão geralmente começa no terceiro domingo de outubro, mas em 2018, o início foi adiado por conta do 2º turno das eleições, a pedido do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).



A marca registrada do governo Bolsonaro é a besteira.
O país tem mais de 12 milhões de desempregados.
O país precisa de políticas para gerar empregos.
E o governo fica fazendo festa com besteira desse tipo.
Acabar ou não com o horário de verão não vai mudar em nada a situação da população.
 
Critico em 05/04/2019 12:42:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions