ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Capital libera mais vagas, mas MS aumenta fila de espera por leitos de UTI

Segundo boletim, 74% dos leitos estão ocupados em Campo Grande e 35 pacientes aguardam regulação em MS

Por Guilherme Correia | 27/07/2021 12:20
Unidades de terapia intensiva em hospital público de Mato Grosso do Sul (Foto: Reprodução/Governo estadual)
Unidades de terapia intensiva em hospital público de Mato Grosso do Sul (Foto: Reprodução/Governo estadual)

Pela primeira vez em algumas semanas, a taxa de ocupação de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na macrorregião de saúde de Campo Grande, que engloba outros municípios, ficou inferior a 80% e está em 74%. Apesar da liberação de vagas, seja por pacientes recebendo alta ou, infelizmente, indo à óbito, novos enfermos continuam se infectando com o coronavírus e precisam ser regulados para hospitais.

Se ontem eram 19 pacientes esperando regulação, 18 na Capital e um do interior, dados desta terça-feira (27) indicam que há 35 em todo Estado, sendo 29 de Campo Grande e seis dos demais municípios.

Boletim atualizado - Foram 581 novos infectados e 18 óbitos pela covid registrados em boletim epidemiológico publicado hoje. Com isso, são 353,1 mil casos desde o início da pandemia, dos quais 337,3 mil encontram-se recuperados e 8.870 foram vítimas.

As demais regiões sanitárias estão todas acima de metade de ocupação - Dourados (71%), que depois de queda expressiva no número de internações, voltou a crescer levemente, Três Lagoas (60%) e Corumbá (56%), que depois da vacinação em massa teve bom desempenho nesse quesito.

Em todo Mato Grosso do Sul,  cerca de 75,4% adultos receberam ao menos a primeira dose, enquanto 42,1% das pessoas com 18 anos ou mais foram imunizados com duas doses ou vacina única da Janssen.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário