A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Janeiro de 2020

07/12/2019 15:50

Casal é preso por tráfico de pessoas na fronteira da Bolívia com MS

Crianças e adolescentes entravam no país por Corumbá para trabalhar em oficinas de costura

Geisy Garnes
Suspeitos foram presos na Bolívia (Foto: Jorge Ibáñez )Suspeitos foram presos na Bolívia (Foto: Jorge Ibáñez )

Um casal foi preso nesta semana por tráfico de pessoas na fronteira da Bolívia com Mato Grosso do Sul. As vítimas atravessavam a fronteira de ônibus na cidade de Puerto Quijarro, que faz divisa com Corumbá – a 446 quilômetros de Campo Grande – para trabalhar ilegalmente no Brasil.

A organização criminosa foi desarticulada pela Divisão de Tráfico de Pessoas da Felcc (Força Especial de Luta Contra o Crime). O chefe da unidade, major Napoleon Espejo, afirmou em entrevista ao site El Deber que as prisões aconteceram após agentes identificarem, em uma operação de rotina, um adolescente tentando embarcar para o Brasil com uma autorização de viagem falsa.

Com ele estavam outros dois adolescentes e uma criança, que não tiveram as idades divulgadas. Conforme a investigação, todos eles foram “contratados” em La Paz para trabalhar ilegalmente em oficinas de costuras no Brasil. O responsável por isso, segundo a polícia, era Jhonny Grover Ayala Mamani, um dos presos na ação. 

Em depoimento, os adolescentes contaram que deveriam encontrar a segunda suspeita, identificada como Heidy Lorena Aramayo Sánchez, em Puerto Quijarro e que ela os embarcariam para o Brasil. A mulher também acabou presa.

A Polícia estima que 10 a 20 pessoas saem de ônibus da cidade de Puerto Quijarro para o Brasil todas as semanas.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions