A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Agosto de 2019

27/04/2019 18:09

CNJ vêm a MS lançar programa que visa melhorar sistema prisional

Conselheiros vão participar de evento no TJ-MS e assistir audiências de custódia na Capital

Leonardo Rocha
Pleno do TJ-MS, em Campo Grande (Foto: Divulgação)Pleno do TJ-MS, em Campo Grande (Foto: Divulgação)

Conselheiros do CNJ (do Conselho Nacional de Justiça) estarão nesta segunda (27), em Campo Grande, para tratar da implantação do programa “Justiça Presente”, que visa melhorar o sistema prisional em todo Brasil. Eles vão se reunir a partir das 8h30, com autoridades, na sede do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

Representando o CNJ, estarão aqui o desembargador Carlos Vieira Von Adamek e o juiz Luís Geraldo Santana Lanfredi. Vão participar do evento o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o secretário estadual de Segurança, Antônio Carlos Videira, assim como o procurador-geral de Justiça, Paulo Passos, e o presidente do TJ-MS, o desembargador Paschoal Carmello Leandro.

Após reunião sobre o programa, o grupo vai acompanhar audiências de custódia por volta das 10h30, no Fórum da Capital. À tarde, os conselheiros visitam a Central de Monitoração Eletrônica e o projeto Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade.

A última agenda do dia é uma reunião para discutir audiências de custódia e alternativas penais na Capital. Já na terça-feira (30), os conselheiros se reúnem com representante da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) e ainda tratam do Plano Executivo Estadual.

O programa “Justiça Presente” será liderado pelo Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, com apoio do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions