ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Com 18 casos em 25 dias, MSGás compra R$ 51 mil em testes para reforçar controle

Cerca de 91% dos funcionários tomaram duas doses e os casos positivos têm sido leves

Por Guilherme Correia | 26/01/2022 12:09
Sede da MSGás, em Campo Grande. (Foto: Divulgação)
Sede da MSGás, em Campo Grande. (Foto: Divulgação)

A MSGás (Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul) comprou R$ 51,2 mil em testes de antígeno para detecção de covid-19 e influenza H3N2, do Laboratório Biocito, em Três Lagoas. A aquisição foi publicada em Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (26).

Nos primeiros 25 dias do ano, a empresa responsável pela distribuição de gás natural aos municípios sul-mato-grossenses, registrou ao menos 18 casos de coronavírus, quase metade do que foi notificado durante 2020 e 2021 - foram 39 infecções em dois anos.

"Nos preocupa também a existência simultânea da epidemia de influenza (H3N2): diversos colaboradores estão apresentando sintomas gripais fortes e testando negativo para covid. Com isso, optamos por realizar a testagem para influenza também", informou a empresa.

Os exames serão utilizados em funcionários dos municípios de Campo Grande, Corumbá e Três Lagoas. "Ressaltamos que o processo cumpriu os trâmites legais, compreendendo levantamento de preços praticados no mercado."

Procurada, a MSGás informou ao Campo Grande News que segue normas estabelecidas em seus programas, diretrizes e planos de biossegurança para enfrentamento à pandemia, com foco na testagem dos funcionários em geral.

Atualmente, ao menos quatro colaboradores têm suspeita de estarem infectados e outros sete estão em quarentena, se recuperando.

"A testagem é realizada nos colaboradores que apresentam sintomas ou que tiveram contato com pessoas infectadas e tem como objetivo fazer a prevenção e o controle evitando que ocorra contágios no ambiente de trabalho, esta prática foi adotada pela companhia desde o início da pandemia, sendo uma forma de prevenção e preservação da saúde de seus trabalhadores."

Além disso, a empresa diz ter implementado várias outras medidas de prevenção como a utilização de máscaras, distribuição de álcool e gel, readequação dos ambientes para atender o distanciamento, trabalho remoto, além de conscientização na prevenção.

Conforme a direção, cerca de 91% dos funcionários têm esquema vacinal completo e os casos têm sido leves.

A MSGás funciona desde 1998, e tem 51% de suas ações pertencentes ao governo estadual e as demais 49% à sociedade anônima Gaspetro.

Nos siga no Google Notícias