A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

17/06/2019 09:22

Com meta de fazer 2 mil cirurgias, começa mais uma etapa Caravana da Saúde

A estrutura para os atendimentos em oftalmologia foi montada no Hospital Regional de Campo Grande

Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha
Pacientes aguardando atendimento em estrutura montada no estacionamento do Hospital Regional (Foto: Marina Pacheco)Pacientes aguardando atendimento em estrutura montada no estacionamento do Hospital Regional (Foto: Marina Pacheco)

Com a expectativa de fazer 8 mil consultas, 24 mil exames e 2 mil cirurgias, o Governo de Mato Grosso do Sul lançou nesta segunda-feira (17) mais uma etapa da Caravana da Saúde. A estrutura para os atendimentos em oftalmologia foi montada no Hospital Regional de Campo Grande.

Até o dia 5 de julho, pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul e enviados via central de regulação passarão por cirurgias de catarata, yag laser e para remoção de pterígio (membrana que encobre o olho).

De acordo com o secretário de Saúde, Geraldo Resende, a decisão de fazer mais uma edição da oftalmologia foi porque a demanda reprimida “é enorme”.

Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, em entrevista (Foto: Marina Pacheco)Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, em entrevista (Foto: Marina Pacheco)

A caravana – Desde março de 2015, quando houve o primeiro mutirão, a caravana passou por 11 municípios e regiões. Foram atendidas 240 mil pessoas, feitos mais de 500 mil atendimentos, 400 mil procedimentos e 60 mil cirurgias.

Segundo o secretário, a pasta planeja mais três mutirões para este ano, para atendimentos à indígenas de Dourados e região, colostomizados e de cirurgias bariátricas.

A força-tarefa para zerar a fila das reduções de estômago, que hoje tem cerca de 500 pessoas, começa em agosto. Os procedimentos também serão feitos no Hospital Regional.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions