A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019

15/08/2019 12:11

Condenado beneficiado com "saidinha" no Dia dos Pais é preso por tráfico

Wagner Souza, 25 anos, foi condenado por tráfico e estava no semiaberto. Ele deveria ter voltado hoje e foi preso ontem

Silvia Frias e Clayton Neves
Os dois foram presos e serão indiciados por tráfico e associação criminosa (Foto: Clayton Neves)Os dois foram presos e serão indiciados por tráfico e associação criminosa (Foto: Clayton Neves)

Condenado por tráfico de drogas foi recapturado ontem, no bairro Aero Rancho, em Campo Grande, em flagrante pelo mesmo crime. Wagner Pereira de Souza, 25 anos, o “Passarinho”, havia saído da prisão na sexta-feira (9), no benefício concedido no Dia dos Pais.

Desde 2016, Wagner cumpre por tráfico de drogas. Ficou no regime fechado por oito meses e, depois, foi beneficiado com regime semiaberto. A última “saidinha” foi no dia 9 deste mês, por conta do benefício.

Segundo o delegado Hoffman D´Ávila, titular da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), ele foi preso após denúncia anônima, que indicava a existência de tráfico de drogas em região do Bairro Aero Rancho.

Os policiais montaram vigilância no endereço indicado e abordaram um usuário de drogas que estava com pasta base de cocaína. A equipe já havia identificado que os suspeitos não armazenavam drogas na casa e, sim, usavam esconderijos próximos, como terreno baldio e árvores.

Na ação, os policiais encontraram 26 papelotes de pasta base em um terreno baldio e cerca de R$ 700 com Wagner e o comparsa, identificado como Josimar da Silva, 21 anos, o “Dedé”.

Na delegacia, os dois negaram autoria do crime e disseram que a polícia encontrou droga “perdida” por lá. Segundo a polícia, eles serão indiciados por tráfico de drogas e associação criminosa. Wagner irá perder a progressão do regime e voltará para o sistema fechado.

Van apreendida - Em outra ocorrência, no Bairro Los Angeles, Celso Pereira Damasceno, de 48 anos, foi preso durante abordagem de policiais da Denar que já o vigiavam. Ele estava em uma Van com sinais de identificação adulterados e apresentou documento clonado para tentar enganar a polícia. O veículo havia sido roubado em Valparaíso de Goiás, em Goiás, e dentro dele foram encontradas uma pistola calibre 380 e 11 munições.

Na delegacia, Celso disse que estava guardando o veículo para pagar dívida feita depois de perder o revólver de um homem conhecido como “Paulista”. Já sobre a arma, afirmou que usava para proteção por causa de rixas do presídio.

 

Em 2001 o suspeito foi preso pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) com 1,3 tonelada de maconha na rodovia que liga Maracaju e Sidrolândia. A droga seria levada para Marília, em São Paulo.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions