ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  01    CAMPO GRANDE 19º

Cidades

Corpo de Bombeiros encerra operação contra incêndios no Pantanal

As ações começaram em julho de 2021 e dados mostram redução de 48,23% nas áreas queimadas

Por Ana Paula Chuva | 24/11/2021 13:27
Militares durante solenidade de encerramento nesta terça em Corumbá. (Foto: Divulgação)
Militares durante solenidade de encerramento nesta terça em Corumbá. (Foto: Divulgação)

O Corpo de Bombeiros Militar encerrou nesta terça-feira (23), a Operação Hefesto, que mobilizou 796 militares para ações de combate e prevenção aos incêndios florestais na região do Pantanal, em Corumbá, cidade a 429 quilômetros de Campo Grande.

A operação foi iniciada no dia 03 de Julho e, ao todo, foram 144 dias de ações e além dos militares, foram utilizadas 101 viaturas, aeronaves e diversos materiais de combate a incêndio florestal. O encerramento foi durante solenidade no 3º Grupamento de Bombeiros Militar da cidade branca.

Com a volta das chuvas regulares, o risco de incêndios florestais é nulo, principalmente, na região do Pantanal, muito castigada pelo fogo em 2020. Este ano, com a operação, a redução de área atingida pelas chamas foi de 48,23%, segundo levantamento do Laboratório de Aplicação de Satélites Ambientais da Universidade Federal do Rio de Janeiro e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

“A Operação Hefesto fez a diferença nas ações do Governo do Estado para preservar o bioma pantaneiro. Foi necessário montar uma enorme estrutura logística para combater os focos de calor, garantindo a preservação da nossa fauna e flora. A operação foi encerrada, porque todos os incêndios foram controlados. O Corpo de Bombeiros Militar continua de prontidão, caso surja algum outro incêndio florestal. Estamos sempre prontos para atuar a qualquer momento e em qualquer lugar”, afirmou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Hugo Djan Leite.

Além disso, o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, anunciou que até o fim do ano, Mato Grosso do Sul receberá uma aeronave do modelo Air Tractor, capacitada para lançamento de água nos focos de calor, que vai compor a estrutura do Corpo de Bombeiros a partir de 2022.

“A aquisição do avião faz parte do pacote de investimentos de R$ 56 milhões. Outros equipamentos, como viaturas, já foram licitados”, disse Verruck.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário