ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Corregedoria do MPT já investiga servidor por desvio de dinheiro

Ao todo, cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos na Capital e em Anastácio

Lucia Morel e Aline dos Santos | 25/02/2021 16:19
Polícia Federal na sede da Seleta hoje de manhã. (Foto: Henrique Kawaminami)
Polícia Federal na sede da Seleta hoje de manhã. (Foto: Henrique Kawaminami)

Membro do MPT (Ministério Público do Trabalho) de Mato Grosso do Sul é investigado por peculato – quando servidor público desvia dinheiro para benefício próprio – e a corregedoria do órgão no Estado já investiga o servidor em procedimento próprio que corre em caráter sigiloso.

Nesta manhã, a Polícia Federal esteve na sede da Seleta (Sociedade Caritativa e Humanitária), em Campo Grande e na RessoArte (Instituto de Arte, Cultura e Desenvolvimento), em Anastácio, onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão. Ao todo, cinco mandados foram aplicados nas duas cidades.

Conforme a corregedoria do MPT em MS, “a instituição apoia e colabora com a atuação dos referidos procuradores”, citando procuradores regionais da República na 3ª Região (São Paulo), Leonardo Cardoso de Freitas e José Roberto Pimenta Oliveira.

As apreensões cumpridas esta manhã foram solicitadas pelo MPF (Ministério Público Federal) ao TRF3 (Tribunal Regional Federal na 3ª Região) depois de identificado “desvio de valores a partir de má conduta funcional por parte de membro” do MPT/MS, envolvendo a Seleta e a RessoArte.

Nos siga no Google Notícias