ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Para volta às aulas, prefeito vistoria escolas "tintim por tintim"

Maior preocupação nesse retorno é o acolhimento psicológico dos alunos, afirma Marquinhos

Por Nyelder Rodrigues e Gabriela Couto | 24/07/2021 10:05
Recepientes com álcool em gel foram instalados na entrada das salas de aulas (Foto: Diogo Gonçalves/PMCG)
Recepientes com álcool em gel foram instalados na entrada das salas de aulas (Foto: Diogo Gonçalves/PMCG)

O retorno presencial dos alunos nas escolas de Campo Grande acontece na próxima segunda-feira (26) e para se preparar para receber novamente as crianças, a Reme (Rede Municipal de Ensino) fecha os últimos detalhes com uma vistoria feita pessoalmente pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD).

Ao todo, 25 locais são visitados nessa manhã de sábado (24) pelo chefe do Executivo campo-grandense, em um roteiro que inclui desde creches públicas até colégios que oferecer Ensino Fundamental na cidade.

"Estou indo para ver certinho se estão todos tão bons como essa aqui", explica Marquinhos a reportagem do Campo Grande News, enquanto estava na escola Professora Hilda de Souza Ferreira, no bairro Coophatrabalho.

De lá, ele foi para o Santa Luzia, onde visitou a Emei Professora Adélia Leite Krawiec. Ele é acompanhado pela secretária Elza Fernandes e outros membros de sua equipe nas vistorias em escolas de todas as regiões da cidade.

"Tudo tem que estar conforme o programa de biossegurança que apresentamos ao Ministério Público, associação de pais e aos educadores. Temos que garantir, principalmente, a segurança das crianças", conta.

Marquinhos também aponta que a principal preocupação nesse retorno presencial dos alunos às escolas é garantir a elas acolhimento psicológico. "A principal preocupação é fazer a obediência das criança, o acolhimento psicológico delas. Não sabemos ainda na prática como se comportarão após 14 meses dentro de casa".

Prefeito tem em sua agenda 25 escolas para visitar nesse sábado em Campo Grande (Foto: Diogo Gonçalves/PMCG)
Prefeito tem em sua agenda 25 escolas para visitar nesse sábado em Campo Grande (Foto: Diogo Gonçalves/PMCG)

Contudo, o prefeito defende o retorno alegando que possui equipe capacitada e vocacionada, não apenas para realizar orientação, mas também o devido acompanhamento das crianças. Ele ainda prometeu seguir fiscalizando o retorno às aulas.

"Não vamos parar durante as semana e vamos tentar chegar ao maior número de Emeis e escolas durante a semana toda. Temos que ver como está o funcionamento delas no dia a dia", revela Marquinhos, que analisa nas visitas a merenda, estrutura do colégio e do arredor - como sinalização, iluminação, limpeza, entre outros.

Controle - Questionado sobre como a prefeitura vai agir em possíveis casos de surto da covid-19 em alguma escola, Marquinhos frisa que tudo será tratado com cuidado para evitar que haja algum resultado adverso, analisando a dimensão de casa caso.

"Se isso ocorrer, vamos chamar as pessoas que nos ajudam sempre, conversar com os pais, isolar as crianças e tomar todas demais medidas necessárias", diz o prefeito sobre o protocolo a ser adotado em caso de surto.

Cadeiras já estão dispostas com o devido distanciamento exigido no protocolo de biossegurança (Foto: Diogo Gonçalves/PMCG)
Cadeiras já estão dispostas com o devido distanciamento exigido no protocolo de biossegurança (Foto: Diogo Gonçalves/PMCG)

Uma das medidas adotadas para evitar contágios, além das já usuais de biossegurança, é o revezamento de turmas. Todas elas foram divididas em duas ou três partes, sendo que a cada semana uma delas tem aulas presenciais, enquanto o restante permanece no ensino à distância enquanto não chega sua vez de ensino presencialmente.

Além disso, haverá mudança de horários. Sem os tradicionais intervalos entre aulas, os estudantes serão liberados uma hora antes, às 10h no turno matutino e às 16h no turno vespertino. A entrada será feita de forma escalonada.

Caso a unidade seja educação infantil, o horário de entrada do grupo de alunos com 5 anos será feito às 7h e às 13h. Já o Ensino Fundamental I, antigo primário, com alunos do 1º ao 5º ano, fará a entrada dos estudantes às 7h15 e às 13h15.

O último grupo de alunos é referente aos do Ensino Fundamental II, com alunos do 6º ao 9º ano. Os que estudam pela manhã devem entrar às 7h30, enquanto os da tarde entrarão às 13h30. Como a Rede Municipal não oferece Ensino Médio, ele não está elencada.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário