A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 13 de Outubro de 2019

02/06/2019 11:03

Em MS, 30 municípios ficam abaixo da meta de vacinação contra gripe

Entre as cidades que não atingiram estão Campo Grande, Dourados e Ponta Porã

Fernanda Palheta
Paciente se vacinando no CRS (Centro Regional de Saúde) do Nova Bahia, em Campo Grande (Foto: Marina Pacheco)Paciente se vacinando no CRS (Centro Regional de Saúde) do Nova Bahia, em Campo Grande (Foto: Marina Pacheco)

Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 30 não atingiram a meta de imunizar 90% do grupo de risco durante a campanha de vacinação contra a gripe, que terminou na última sexta-feira (31). É o que aponta os dados da Sipni (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde.

Entre os municípios que não atingiram a meta estão Campo Grande, Dourados e Ponta Porã. A Capital e Ponta Porã estão entre as cidades com menor cobertura vacinal, segundo dados, apenas 69% do público-alvo da campanha foi vacinada.

Em Campo Grande das 169 mil pessoas se vacinaram. Em Ponta Porã, apenas das 23 mil pessoas que deveriam se vacinar, 16 mil se imunizaram. Já Dourados a cobertura vacinal atingiu 85%, o que significa que das 80 mil pessoas que deveriam se vacinar, 69 mil tomaram a dose.

Ainda segundo dados do Ministério da Saúde, das 11 macro regiões do estado, cinco não atingiram a meta. Além de Campo Grande, Ponta Porã e Dourados, também ficaram abaixo da meta as macro regiões de Aquidauana e Naviraí.

Acima da meta – Dados do Ministério da Saúde apontam que 49 municípios de Mato Grosso do Sul atingiram a meta de vacinar 90% do grupo de risco. Destes, 21 registraram cobertura vacinal igual ou superior a 100%. Entre os municípios que tiveram melhor cobertura vacinal estão Três Lagoas com 103%, Jardim, com 108% e Ladário com 100%.

Mortes - Em Mato Grosso do Sul, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), 10 pessoas morreram por gripe. A última morte foi confirmada na última quarta-feira (29), em Rio Verde de Mato Grosso.

Também estão na lista mortes de uma idosa de 84 anos em Campo Grande, de um idoso, de 80 anos, no dia 25 de maio em Três Lagoas, e a de um homem, de 52 anos, no dia 27 de maio, em Inocência.

Com as confirmações, Três Lagoas lidera o registro de mortes por gripe no Estado, com cinco mortes confirmadas. As outras três mortes foram registradas em Corumbá, Aquidauana e Inocência, com uma morte por município.

Ainda segundo os dados da Secretaria, das oito mortes registradas, uma foi causada pela influenza H3N2 e as outras sete foram causadas pela influenza H1N1.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions