A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Julho de 2019

11/07/2019 15:00

Empresa alega falta de acesso a servidor e sistema da polícia fica fora do ar

Compnet afirma que, desde 28 de junho, não consegue atualizar sistema utilizado por forças policiais de MS

Humberto Marques
Sigo é utilizado pelas forças policias de MS para registro de ocorrências. (Foto: Paulo Francis)Sigo é utilizado pelas forças policias de MS para registro de ocorrências. (Foto: Paulo Francis)

A falta de acesso de uma prestadora de serviços aos servidores do governo estadual deixou o Sigo (Sistema Integrado de Gestão Operacional), utilizado pelas unidades de segurança pública para o registro de ocorrências, inoperante. A Compnet, desenvolvera do sistema e responsável por sua manutenção, afirma que desde 28 de junho não consegue acesso aos servidores operados pela SGI (Superintendência de Gestão de Informação).

“Fazemos a atualização do Sigo via canal seguro na SGI, onde está o banco de dados. Mas estamos desde 28 de junho sem acesso ao servidor”, afirmou Adriano Chaparro, da Compnet, segundo quem são feitas várias correções diárias no sistema a fim de manter suas funcionalidades –que vão desde o registro de ocorrências policiais e compartilhamento das informações entre as unidades da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública). “Temos muitas correções a serem feitas nessas quase duas semanas”.

Como resultado do “apagão”, delegacias têm realizado o registro das ocorrências fora da internet, usando programas de texto, conforme confirmaram ao Campo Grande News fontes da segurança pública sul-mato-grossense. Chaparro, por sua vez, afirma que há 13 dias vem buscando uma resposta da SGI sobre o problema que, segundo ele, atinge apenas o Sigo –vários outros sistemas da administração estadual (como das Secretarias de Fazenda, de Saúde e Educação) estariam hospedados no mesmo local e funcionando normalmente.

O representante da Compnet também descartou problemas com o contrato, que vem sendo cumprido normalmente pelo governo estadual, e descartou problemas semelhantes aos registrados no fim de março, quando todos os sistemas da administração estadual enfrentaram problemas –ou em relação aos do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), que por conta de falha técnica apresentou dificuldades ao longo de maio. Chaparro também informou que, desde que começaram as dificuldades, notificou os usuários do Sigo.

A direção da SGI não foi localizada pela reportagem. A assessoria informou que aguarda um posicionamento oficial para prestar esclarecimentos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions