ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 14º

Cidades

Geraldo diz que ouvirá outros prefeitos para decidir se adia inicio de decreto

O prefeito de Campo Grande esteve hoje com secretário de saúde pedindo prazo maior para se adaptar às regras

Por Ângela Kempfer | 10/06/2021 18:05

Não é só Campo Grande que pede o adiamento do início das novas regras contra a covid-19 em Mato Grosso do Sul. Municípios do interior também pedem mais tempo, por conta das vendas do Dia dos Namorados.

Segundo o secretário de Saúde, Geraldo Resende, antes de decidir sobre possibilidade de mudança, além do prefeito da Capital, que esteve hoje na SES, a secretaria de Saúde vai ouvir outros prefeitos e o conselho do Programa Prosseguir para então tomar uma decisão.

"Sabemos dos argumentos, sobre os estoques para o Dia dos Namorados. Mas temos de pensar em todos. Antes de decidir qualquer coisa, estou ouvindo outro prefeitos. Mas a decisão é coletiva, também com o Prosseguir. Não podemos mudar nada antes de discutir com cuidado", explicou.

O dia foi de várias reuniões, com diferentes argumentos e pedidos de prazos. "Tem pedido de 48h, de 72h, vamos discutir com muita calma", garante Geraldo que precisa anunciar a decisão ainda hoje, porque o decreto publicado nesta quarta-feira passa a vigorar amanhã, proibindo atividades não essenciais até o dia 24 de junho.

O prefeito de Campo Grande que até segunda-feira para "se organizar" e colocar as restrições em vigor. O principal argumento do comércio, principalmente de bares e restaurantes, é que o estoque foi reforçado para receber os namorados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário