ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Reinaldo assume comando do Prosseguir e responderá por “BO’s” de decretos

Asssomasul e outras entidades farão parte do conselho a partir de agora com poder de voto

Por Gabriela Couto | 23/06/2021 09:29
Com mudanças publicadas no Diário Oficial desta quarta-feira (23), governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assume a presidência do programa Prosseguir (Foto Chico Ribeiro) 
Com mudanças publicadas no Diário Oficial desta quarta-feira (23), governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assume a presidência do programa Prosseguir (Foto Chico Ribeiro)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assume a presidência do conselho do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia). A publicação feita no Diário Oficial desta quarta-feira (23) trouxe mudanças na formação do comitê após uma semana de reviravoltas e até judicialização para vigorar decretos relativos à pandemia nos municípios do Estado.

Conforme as mudanças também farão parte do conselho com poder de voto nas decisões dos decretos do programa os representantes da Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura) e a SED (Secretaria de Estado de Educação).

Também integrará o comitê, mas sem poder de voto a Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul). A entidade chegou a se reunir na semana passada e oficiar o Estado fazendo reivindicações. A partir de agora terá uma cadeira cativa nas reuniões de tomadas de decisões.

Além disso foi criado um grupo formado pela Semagro ( Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Segov (Secretaria de Estado de Governo) e a SES (Secretaria de Estado de Saúde) para reavaliação das atividades e suas classificações.

Isso significa que poderá haver mudanças no que hoje são consideradas essenciais, não essenciais de médio, baixo e alto risco e não recomendáveis. Essa reunião para reavaliar as atividades não tem prazo para ser concluída, mas deve impactar diretamente nas recomendações das atividades de acordo com seu perfil.

Vale destacar que o governador tem se preocupado com a situação da pandemia em relação às variantes que impactam o atendimento na saúde. Por isso, as mudanças podem trazer orientações diferentes a partir do momento que ele assume o comitê se respaldando com a questão técnica dos dados da imunização e comportamento da população conforme a faixa etária.

Como presidente, ele também terá a palavra final em todas as situações que exigirem pulso firme, apesar do programa voltar a fase de orientação a partir do dia 25 de junho.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário