ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Governo espera vinda de máquina para ampliar número de testes de covid

O secretário informou que o equipamento será enviado em até 10 dias pelo Ministério da Saúde

Por Leonardo Rocha | 01/08/2020 13:09
Funcionária manipula material no Lacen, que passará a fazer testes do coronavírus. (Foto: Divulgação)
Funcionária manipula material no Lacen, que passará a fazer testes do coronavírus. (Foto: Divulgação)

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, revelou que o governo espera a chegada de uma máquina moderna, que vai possibilitar ao Estado ser “autossuficiente” na realização de testes de coronavírus. Desta forma não vai se precisar enviar matéria para Rio de Janeiro e São Paulo.

Ele explicou que esta máquina moderna para os testes moleculares, no modelo PCR, será enviada em torno de 10 dias para Mato Grosso do Sul, por meio do Ministério da Saúde. “Nós tentamos comprar esta máquina, no entanto a sua entrega tem previsão de seis meses, além de ter preços altíssimos”, contou o secretário, em entrevista ao Campo Grande News.

Geraldo explicou que o Ministério da Saúde comprou um lote do maquinário e que Mato Grosso do Sul entrou na lista dos primeiros estados, que serão contemplados. “Vamos assim garantir nosso alto suficiência na realização dos testes”, ponderou.

O secretário também relatou que atualmente uma grande remessa de testes são enviadas para o Rio de Janeiro e São Paulo, e que inclusive vai ser usado o avião do governo para levar este material e adiantar o resultado sobre os pacientes. “Nossa meta é garantir que este resultado saia em três dias”.

O objetivo da pasta é que com os resultados em mãos, os municípios possam isolar os pacientes com covid-19 e depois monitorar os casos e rastrear os contatos, para diminuir a expansão do vírus nas cidades. “Vários municípios fizeram bem este trabalho (monitoramento), com o devido rastreamento, não deixando que a doença se estendesse nas cidades”.