ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Governo prorroga decretos e faz recomendação às escolas particulares

Além de adiar retomada das aulas presenciais para 3 de maio, serão prolongadas suspensão de eventos públicos e teletrabalho

Por Tainá Jara | 01/04/2020 17:42
O secretário de Governo, Eduardo Ridel, fez anúncio na tarde desta quarta-feira (Foto: Reprodução/Facebook)
O secretário de Governo, Eduardo Ridel, fez anúncio na tarde desta quarta-feira (Foto: Reprodução/Facebook)

O Governo do Estado vai prorrogar os decretos baixados para atender o isolamento social, medida recomendada para evitar a sobrecarga do sistema de saúde, durante o período de pandemia do novo coronavírus. Além do prolongamento do período de suspensão das aulas presenciais da rede estadual de ensino até 3 maio, como anunciado na manhã desta quarta-feira, serão prorrogadas a proibição para realização de eventos públicos, afim de evitar aglomerações, e o regime de teletrabalho para os servidores públicos.

Em transmissão ao vivo, realizada na tarde desta quarta-feira, pelas redes sociais do governo do Estado, o secretário de Estado de Governo, Eduardo Riedel, ressaltou que as escolas particulares também são orientadas a retomarem as aulas apenas maio. A precisão era retomar as aulas presenciais nesta segunda-feira.

“A gente recomenda também para rede privada de ensino que faça o mesmo. É uma decisão, óbvio, de cada estabelecimento, mas temos a expetativa que boa parte deles vai acatar essa decisão em função da necessidade que a gente tem de diminuir a mobilidade das pessoas”, explicou.

Conforme o secretário, serão mantidas outras medidas previstas para acabar no dia 6 de abril, como a suspensão de eventos oficias que acarretem aglomeração; vedação de férias dos servidores de saúde e segurança; o regime excepcional de teletrabalho; turnos de revezamento criados no setor administrativo do governo; a suspensão até 30 de abril de prazos administrativos, no âmbito da administração estadual, e a adoção de protocolos específicos para que indústrias e algumas outras empresas continuem funcionando durante o período de pandemia.

A prorrogação condiz com o que disse o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), em entrevista concedida a rádio CBN, na manhã de hoje. Ele reforçou a importância de manter o isolamento social para combater a proliferação do vírus e evitar um colapso no sistema de saúde.

Até o momento, o Estado registrou uma morte em decorrência do coronavírus, e 51 casos foram confirmados pela secretaria de Saúde.

“Dentro do contexto geral, nós estamos conseguindo fazer aquele achatamento da curva. Isso é extremamente importante para estruturação do sistema de saúde. Devemos isso a quem tem tomado as medidas de isolamento dentro do possível para que a gente combata a epidemia do coronavírus”, completou Riedel.

Estimativa apresentada esta semana indica que, desde janeiro, foram adotadas em torno de 50 medidas para enfrentar a pandemia.